Coworking: Escritório compartilhado como funciona

Por: DESK Coworking

Quem decide abrir seu próprio negócio sabe das dificuldades que serão enfrentadas, principalmente no início dessa empreitada. Quando se trata de uma empresa com necessidade de espaço físico, tudo pode se tornar mais complicado ainda.

A compra de um imóvel ou aluguel, suas despesas em geral como contas de água, luz, telefone, internet e manutenção do espaço, podem desiludir qualquer microempresário.

Sabendo desse problema, um tipo de empreendimento muito conhecido lá fora tem ganhado força no Brasil: O Coworking ou também conhecido como escritórios compartilhados. A ideia pode parecer estranha a princípio, mas quem utiliza desse método se mostra bastante satisfeito e de quebra, economizando o dinheiro que poderá ser melhor investido no futuro.

Escritório compartilhado como funciona na prática?

O escritório compartilhado nada mais é do que um espaço grande e confortável, com direito a internet, luz e telefone. A única missão do empresário que irá utilizar o espaço é levar o seu computador e trabalhar dali.

Além da vantagem já citada anteriormente sobre a economia, essa também é uma excelente alternativa para quem deseja fugir do home office, onde muitos não conseguem se concentrar da mesma forma do que dentro de um escritório.

Essa ideia já ganhou tantos adeptos que já são possíveis encontrar diversos empreendimentos nesse estilo, principalmente em grandes capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte. Inclusive, é comum encontrar entre seus usuários diversos microempresários que optaram por abrir mão de um escritório próprio em troca de um compartilhado.

Excelente infraestrutura

O escritório compartilhado não deve em nada para os escritórios convencionais: em sua maioria possui armários, cozinhas, materiais de papelaria e até mesmo salas de descanso.

Outro fator interessante é a possibilidade de utilizar também salas de reuniões, ideais para quem trabalha em regime home office mas precisa de um ambiente mais profissional para receber possíveis clientes.

Garantia de economia

O fato de dividir aquele espaço com mais pessoas traz a garantia de gastos menores. Não podemos precisar um valor, pois ele pode alterar bastante dependendo da cidade e localização, mas seu preço costuma ser bem menor do que se gastaria com as despesas totais de um escritório regular, o que já faz toda a diferença.

A vantagem do networking

Lembrando que ali estarão pessoas dos mais diversos ramos: você pode ser um publicitário e ter sentado ao seu lado um advogado, ou uma profissional no ramo de doces.

Porém, é possível encontrar pessoas do mesmo ramo que o seu ou mesmo os de áreas diferentes podem trazer uma excelente possibilidade de networking.

Afinal, nunca sabemos quando aquele profissional conhece outro novo empreendedor que pode precisar dos seus serviços.

Localização e disponibilidade

Vale a pena investir em escritórios compartilhados com boa localização. Os próximos ao centro da cidade e/ou com fácil acesso por meio de transportes públicos costumam ser mais vantajosos, mesmo que para isso o aluguel custe um pouco mais.

Lembrando que o serviço de escritório compartilhado pode ser estabelecido conforme a necessidade do empresário naquele momento, podendo escolher se o aluguel será por hora, semanal ou mensal.

  Posts Similares