Nunca se falou tanto em empreendedorismo no Brasil como atualmente. Você conhece seu perfil de empreendedor?

É crescente o número de pessoas que deixam seus empregos para tocar um negócio próprio.

Somado a isso, ainda existem aqueles profissionais que, devido à crise, foram demitidos e empreender apareceu como uma solução viável.

Se você chegou até aqui, provavelmente, já está fazendo as coisas acontecerem por conta própria. Ou pelo menos, tem um grande interesse em tentar algo novo, certo? Ótimo!

A Endeavor Brasil divulgou recentemente uma pesquisa que mostra o perfil dos empreendedores. Pensando que empreendedorismo e coworking  têm tudo a ver, resolvemos falar um pouquinho sobre cada um deles.

O objetivo é ajudá-lo a encontrar aquele que você mais se identifica, de forma a ajudá-lo na sua carreira.
Confira as características de cada tipo de empreendedor.

Empreendedor Nato

O empreendedorismo está em sua essência. Ele vê a vida com profundo encantamento e interesse, e empreende mesmo quando está trabalhando para outras pessoas.

Meu jeito de empreender

Não consegue trabalhar em algo que não acredita ou que não tenha muito a ver com o seu perfil.

Provavelmente, ele deixou de ser empregado de alguma empresa por acreditar que, do seu jeito, ele poderia fazer muito melhor.

É fiel às suas crenças, valores e, sobretudo, à etica, e quer ser reconhecido pelo que faz.

Situacionista

É o profissional que foi levado a empreender, seja pelo contexto econômico ou por oportunidades que caíram em seu colo.

Estão insatisfeitos com o mercado atual, e por isso, querem tentar algo novo.

Entre todos os seis perfis, é o que mais precisa lutar para aprender a empreender.

Herdeiro

Foi incentivado, ou estimulado, a empreender. Pode ter crescido perto de algum empreendedor, e ter sido motivado a seguir o mesmo caminho.

Ele também pode ter herdado a vocação culturalmente ou materialmente.
Já tem know-how, uma escola no empreendedorismo e está sempre em busca de se atualizar.

Idealista

Ele quer mudar o mundo com seu trabalho. O empreendedor idealista quer transformar a sociedade, ou ajudar a melhorar a vida de uma comunidade específica.

Ao contrário dos outros, o lucro não é sua principal motivação. Empreender é um jeito de garantir que seus valores e ideias vão ser passados para frente.

Quero ser um milionário

Ao contrário do idealista, o que importa mesmo é o lucro. Ele busca no empreendedorismo o caminho para ficar rico.

Sua principal motivação é o dinheiro, e geralmente é ambicioso.

Qual desses perfis de empreendedor combina mais com você?
Espere! Ainda não acabou. Agora vem a parte prática.

A Endeavor também aponta 5 características que todo empreendedor, independente do perfil, deveria ter.

  • Otimismo: pense pelo lado positivo, apesar dos imprevistos pelo caminho. A má notícia: eles vão acontecer. Felizmente, você vai conseguir passar por eles. E mais: é assim que vai crescer profissionalmente.
  • Autoconfiança: acredite em si mesmo, em suas ideias e decisões.
  • Coragem para aceitar riscos: tente reduzir os riscos e encare as ameaças como uma oportunidade para crescer. Lembre-se: o medo não pode paralisá-lo. Seus sonhos têm que ser maiores que ele.
  • Desejo de protagonismo: tenha vontade de ser reconhecido, para poder tomar as rédeas da sua vida e fazer as coisas acontecerem.
  • Resiliência e persistência: acredite no seu sonho.O empreendedor de verdade luta até o fim, se sacrifica muito, mas não desiste.

Todos esses aspectos precisam funcionar juntos. Se um deles falhar, é bem provável que o fluxo não funcione bem.

E, sim, conte com o DESK Coworking para realizar seus objetivos. Seja para ter um espaço agradável e infraestrutura para tocar o seu negócio, ou com a ajuda de nossa Comunidade.

O DESK Coworking favorece uma rede de comunicação entre todos os coworkers, clientes dos clientes, parceiros e fornecedores.

O resultado disso é a criação de uma grande comunidade de indicações e geração de negócios entre todos, que funciona de um jeito super simples e ativo.

Você entra em contato com a gente. Analisaremos a sua demanda e, imediatamente, indicaremos uma pessoa ou empresa, que irá chamá-lo para um bate papo.

É assim que começa uma parceria produtiva.

Na próxima semana, vamos falar como o coworking e o escritório compartilhado tem alterado de uma forma pra lá de  positiva a forma como trabalhamos.

E, sobretudo, como a cultura colaborativa tem ganhado cada vez mais adeptos no mundo todo.



Compartilhe :

Fale com um consultor