Home Office X Coworking: O Que Vale Mais A Pena?

Fale a verdade: você também já sonhou em trabalhar em casa, não é? Mas nessa briga de home office x coworking, o que vale mais a pena?

São vários os motivos que que levam uma pessoa a querer trabalhar em casa: 

  • Não precisar pegar trânsito; 
  • Não dever ordens a ninguém; 
  • Poder se concentrar full time no próprio trabalho sem distrações; 
  • Melhorar a qualidade de vida; 
  • Economizar dinheiro. 

Enfim, cada pessoa tem a sua própria motivação para trabalhar em casa. 

No entanto, talvez esse não seja o melhor caminho. Pelo menos, não para aqueles que querem manter a alta produtividade. 

Pensando nisso, preparamos um artigo hoje explicando para você algumas das diferenças entre o coworking e o home office, e motivos pelos quais você deve optar por um coworking para desenvolver o seu trabalho. 

Boa leitura! 

Coworking X Home Office – O Lado Social 

Faz parte do ser humano se relacionar com outras pessoas. É saudável para o corpo e para a mente. 

Um problema de se trabalhar em casa é justamente a questão social. Afinal, é muito fácil se isolar das outras pessoas. 

Por mais que você queira focar exclusivamente na produtividade do seu trabalho, é importante manter seu círculo de amizades sempre ativo. 

Pense em como você age no seu próprio trabalho. Por acaso, você chega ao escritório, senta na cadeira sem falar com ninguém, trabalha e vai embora? 

Aposto que não. O problema de trabalhar em home office é que, de certa forma, fica realmente um pouco complicado para manter essas relações de trabalho mais ativas. 

Difícil, mas não impossível. 

Em um coworking, é diferente. É lá que você pode criar seu networking, estabelecer novas relações de trabalho e amizade, e deixar o seu próprio trabalho mais leve para você. 

Já pensou que dentro desse ambiente compartilhado de trabalho você pode conhecer o seu próximo sócio? 

Coworking X Home Office – Ambiente De Trabalho E Descanso 

É claro que, trabalhando em casa, você deve ter o seu próprio ambiente de trabalho e separá-lo da sua vida pessoal. 

Porém, é mais fácil fazer isso na teoria. Na prática, vez ou outra acabamos misturando as duas coisas – o que não é nada saudável, já que o seu trabalho deve ficar no ambiente de trabalho apenas. 

Por outro lado, há também quem faça o inverso – acaba se preocupando mais com questões domésticas do que com o próprio trabalho, o que também é muito ruim, já que diminui a produtividade

De qualquer modo, acaba sendo prejudicial para o trabalho / vida pessoal.  

Coworking X Home Office – A Montagem Do Ambiente 

Trabalhar em casa demanda certo tempo e investimento em equipamentos. Pode custar mais caro do que você imagina e demorar mais do que você gostaria. 

Isso se você realmente for trabalhar em casa. Porque se pensarmos em empreendedores individuais, há de se considerar ainda aluguel do espaço, transporte mobiliário, e tudo isso pode levar algumas semanas para acontecer. 

Se você optar por trabalhar em um coworking, não precisará esperar todo esse tempo. Afinal, a estrutura está toda pronta. Não haverá burocracias e não será necessário fazer qualquer tipo de trabalho braçal. 

É chegar, sentar e trabalhar! 

Em alguns ambientes, você já pode começar a trabalhar no mesmo dia. Além de economizar tempo, economizará dinheiro também.  

E já que falamos em custo, vale a pena chamar a atenção para esse item também. 

Alugar um escritório pode ser bem caro, ainda mais se pensarmos em cidades grandes, como Belo Horizonte, São Paulo ou Rio de Janeiro. 

Em uma cidade como São Paulo, por exemplo, dependendo da região, um escritório simples pode custar facilmente mais do que R$15 mil reais. 

Já em um coworking, o valor de uma sala de reunião compartilhada pode custar de R$600 a R$900 por mês. Você terá a possibilidade de dividir esse valor com outras pessoas e ter o seu próprio escritório com toda a infraestrutura necessária! 

Imagem Mais Profissional Para Um Modelo De Negócios 

Por mais que você se esforce para montar um bom escritório em casa, ainda assim talvez não seja a melhor opção caso você queira passar mais credibilidade para o seu cliente.  

Esse é um dos motivos pelos quais tanta gente acaba procurando um co working. Telefonar para um cliente de casa não passa uma imagem muito profissional. 

E quem quer vender, independentemente de quem seja o público ou de qual seja o produto, precisa conquistar essa confiança e transmitir credibilidade ao cliente. 

Ao optar por trabalhar em um coworking, o empreendedor passa a ter um endereço fixo para colocar no seu cartão de visita ou mesmo no registro da própria empresa. 

Além disso, ele também pode receber seus clientes para reuniões dentro das salas utilizadas no coworking, o que é bem mais profissional do que receber um cliente em casa. Você concorda? 

Além disso, novamente citando a questão do networking, em casa é praticamente impossível de você montar um tão eficiente quanto em um coworking. 

Claro que você terá a possibilidade de fazer isso online, mas é muito diferente de estar lá, cara a cara com as pessoas, conversar pessoalmente. 

As chances de você conhecer uma pessoa que poderá ser parceira de trabalho é muito maior estando lá! 

Falta De Controle Em Um Home Office 

Ao optar por um home office ao invés de um coworking, fica difícil controlar alguns aspectos de trabalho e vida pessoal. 

Quer alguns exemplos? 

Podemos começar citando a privacidade. Trabalhar em casa com o empreendedorismo digital pode ser muito bom pensando em termos familiares, já que você terá mais tempo para ficar com ela. 

Mas, por outro lado, pode significar também perda de privacidade. Além disso, não é legal ser chamado o tempo todo para resolver questões de família. 

Outro ponto difícil de controlar é a carga de trabalho. Ficar em casa dificulta esse controle. É muito comum que as pessoas que trabalham em casa acabem trabalhando mais do que deveriam (ou às vezes menos). 

Dentro de um coworking é diferente por dois motivos: 

  • É difícil trabalhar menos do que deveria, já que lá você se manterá mais focado, possivelmente trabalhando com outras pessoas; 
  • Não dá para trabalhar mais do que você deveria, porque o escritório compartilhado tem um horário de funcionamento! 

Podemos abrir uma exceção para os coworkings 24 horas, mas aí cabe a você controlar essa situação. 

Além disso, esse problema de trabalhar mais do que deveria pode acarretar outros problemas, por exemplo, familiares. 

Isso porque você não conseguiria curtir aquele momento único, já que estaria fisicamente lá, mas com a cabeça em outro lugar. 

Mas os problemas não param por aí. 

Já pensou se você adoece? Ou então se quer tirar umas férias? Não terá ninguém para cobrir você. O que faria nesse caso? 

Já pensou na possibilidade que trabalhando em um coworking, você pode estabelecer contatos de trabalho que futuramente possam substituir você? 

Conclusão 

Podemos chegar à conclusão, portanto, de que trabalhar em um coworking é uma opção muito mais interessante para quem quer: 

  • Abrir uma empresa; 
  • Empreender individualmente; 
  • Empreender em grupo; 
  • Montar um bom networking; 
  • Aumentar a própria produtividade. 

Vale frisar também que mesmo que você queira abrir uma empresa e utilizar a estrutura de um coworking, poderá ainda usar as salas privativas: você não precisa compartilhar o mesmo espaço com todo mundo! 

Resumindo, um coworking pode ajudar você a empreender de diversas maneiras: 

  • Seja através do baixo custo mensal que você terá; 
  • Da facilidade em montar seu networking; 
  • Da localização (caso seja estratégica, isso pode trazer vários benefícios para o seu empreendimento); 
  • Pela otimização da produtividade no seu trabalho; 
  • Dentre vários outros benefícios! 

Trabalhar em home office pode prejudicar bastante a produtividade do seu trabalho, inclusive fazer você começar a jogar suas tarefas sempre para “a segunda-feira”. 

E se você é daquele tipo de pessoa que procrastina todas as suas tarefas, clique aqui para ler um artigo que produzimos com dicas sobre como parar de procrastinar suas tarefas! 

Ah, e isso sem contar que esse espaço para trabalho profissional também dará a você a oportunidade de ter o seu próprio endereço eletrônico! 

Aqui, você terá acesso a outro artigo explicando diversos motivos pelos quais esse tipo de escritório virtual se traduz em benefícios para o seu negócio. 

E então, tirou suas dúvidas sobre as diferenças entre trabalhar em um coworking e em um home office?  

Compartilhe :

Fale com um consultor