Os principais desafios enfrentados ao montar um novo negócio

Uma das maiores pedras no caminho para quem deseja abrir um novo negócio é o dinheiro, principalmente quando falamos de negócios físicos.

Apesar da criação do Simples Nacional e da implantação do MEI – Microempreendedor Individual – esses empreendedores ainda encontram dificuldades pelo caminho.

Outra dificuldade encontrada por esse futuro empreendedor é conseguir financiamento para o capital de giro, em decorrência dos altos índices dos juros pelos bancos e instituições financeiras, além da burocracia pelo simples fato da empresa ser nova.

Além de tudo isso, é preciso dinheiro para pagar funcionários, comprar produtos, investir em meios de comunicação para divulgar a empresa e claro, dinheiro para alugar o espaço onde seu negócio ficará localizado.

Leia também como economizar com esta solução: 

O aluguel do espaço com certeza é uma das maiores dificuldades enfrentadas por esses empreendedores, principalmente se formos analisar que, normalmente, os alugueis de locais para comércio são altíssimos.

Por causa disso, muitos desses novos empresários migram seus negócios para a internet.

Isso porque a internet permite que você abra um negócio com um custo baixíssimo. Agora, para quem não abre mão de ter um negócio físico, a solução é o coworking.

Um novo negócio no coworking

O coworking nada mais é que espaço físico onde os profissionais podem se reunir para trabalhar e trocar ideias sobre seus projetos.

E por que o coworking é uma solução?

Porque esse espaço físico não é mantido por esse futuro empreendedor.

Então ele poderá trabalhar, ter ajuda de outros profissionais e não pagar nada por isso.

Podemos pensar nos espaços coworking como um local físico de uma empresa qualquer.

Quando você trabalha registrado, você tem a sua disposição um local e ferramentas para fazer seu trabalho, sem ter que pagar nada por isso e ainda tem um salário no final do mês.

O coworking é praticamente isso. Um local físico com ferramentas e profissionais que poderão te auxiliar, tudo isso sem desembolsar uma moeda sequer.

O coworking tem como objetivo resolver as seguintes questões:

  • Como dito, é uma forma do empreendedor ter um lugar físico para trabalhar, mas sem grandes gastos iniciais, ou seja, é muito econômico;
  • Fornecer oportunidades para os profissionais que desejam aumentar suas relações com outros profissionais da sua área ou de diferentes áreas;
  • Proporcionar uma maior interação com outros profissionais no seu ambiente de trabalho;
  • Oferecer infraestrutura adequada para pequenas, médias e grandes empresas;
  • Ser uma alternativa híbrida para o trabalho

Como surgiu o Coworking?

Essa modalidade de trabalho surgiu em 2005 nos Estados Unidos, e chegou ao Brasil em 2008.

Além de ajudar financeiramente, o coworking pode ajudar esse novo empresário a aumentar ou criar – sendo novo no mercado – relações profissionais, o conhecido networking.

Ajuda também na colaboração entre profissionais, parcerias, o convívio social para os profissionais de home office e amizades. Sim, amizades.

Ter boas relações no mercado comercial pode ser importante em um futuro próximo.

Esses escritórios compartilhados, que estão espalhados pelo Brasil, disponibilizam para os profissionais: estação de trabalho, internet sem fio, salas de treinamento e salas de reunião.

Tudo para que os profissionais possam desenvolver seus negócios.

Ou seja, além de economizar o dinheiro de aluguel – para, quem sabe, futuramente abrir seu próprio escritório – você poderá compartilhar a sua ideia com outros profissionais que poderão abrir seus horizontes.

Como, por exemplo, qualquer empresa precisa de divulgação.

O coworking é uma forma de você conhecer profissionais das áreas de comunicação e pedir algumas dicas de como elevar seu negócio no cenário digital.

Afinal, uma ajuda, principalmente quando você está começando seu negócio, pode ajudar a definir o sucesso da sua empresa, não é verdade?

Pensando nisso, que tal passar um dia aqui com a gente? Venha viver essa experiência.

Compartilhe :

Fale com um consultor