Como serão os coworkings no período pós pandemia?

Que a pandemia mudou a forma de trabalharmos e nos relacionarmos, não é novidade para ninguém. Mas já passou pela sua cabeça como serão os coworkings quando a pandemia no Brasil terminar?

Cada vez mais populares no Brasil e no mundo, os coworkings têm se tornado uma tendência (mesmo antes da pandemia). Afinal, são muitos benefícios oferecidos tanto a trabalhadores autônomos quanto a empresas.

É uma ótima solução para quem não pode ou não quer gastar muito dinheiro, e ao mesmo tempo precisa de um ambiente profissional de trabalho, seja para desenvolver os projetos ou levar os clientes a uma reunião.

Mas, em decorrência da pandemia, os coworkings precisaram passar por modificações para que fossem mais seguros aos profissionais.

Já existe um novo modelo de coworking em Londres, o Paddington Works, que foi desenvolvido com esse propósito.

Há uma grande chance de que em um futuro bem próximo, outros coworkings ao redor do mundo comecem a adaptar suas estruturas também.

Quer saber como eles serão no futuro? Confira o artigo a seguir!

#1. O valor das pequenas coisas

Por causa da pandemia, as pessoas começaram a dar mais valor às pequenas coisas – e muito disso porque precisam trabalhar no modelo de home office.

Um café da manhã em família, uma pausa de 5 minutos para apreciar a vista, um passeio no parque e até uma conversa com os colegas de trabalho passaram a ter muito mais valor.

Pensando nisso, os coworkings do futuro pós pandêmico serão projetados para que haja ainda mais interação entre os coworkers e todos os ambientes do espaço.

#2. Ar com sistema de filtragem

pandemia no brasil

Nesse momento, há milhares de vírus e bactérias pairando ao seu redor.

Pensando nisso, o coworking de Londres desenvolveu um sistema de circulação de ar com filtragem para microorganismos. A ideia é que o ar seja em média 25% mais puro e livre de patógenos se comparado ao ar do ambiente externo.

Com isso, vírus e bactérias terão mais dificuldade de sobreviver no ambiente. A medida passa a proteger mais os usuários do coworking, não só contra a Covid, mas também outras doenças.

#3. Até as luzes mudarão no coworking após a pandemia no Brasil

Por incrível que pareça, até o sistema de iluminação dos coworkings passará por modificações, impulsionadas pela pandemia.

Neste coworking de Londres em questão, foram projetadas lâmpadas de LED que se ajustam à luz natural do dia e ao ciclo dos seres vivos.

Isso significa que, nos períodos de menor iluminação do dia, as luzes se intensificarão. E quanto mais luz houver (meio dia, por exemplo), menos luz será emitida.

É uma medida muito interessante não só para preservar o meio ambiente, mas também para poupar energia para os coworkings.

E no Brasil, por conta da crise hídrica que vivenciamos desde 2015, nunca foi tão importante poupar energia elétrica como agora!

#4. Higienização dos usuários de um coworking. O que muda com o término da pandemia no Brasil?

Embora o comércio já tenha voltado às atividades normais no Brasil e no mundo, ainda é necessário manter o distanciamento social mínimo imposto pelas normas de segurança.

E o mesmo serve para a higienização – importante independentemente da pandemia.

Pensando nisso, o Paddington Works também desenvolveu um sistema integrado entre os setores com acessórios desinfetantes que funcionam por aproximação, ou seja, a pessoa não precisa encostar no aparelho.

É improvável que em 2022 tudo volte ao normal. A probabilidade maior é que o modelo de trabalho continue sendo híbrido no período pós-pandêmico, até que toda a crise termine.

E mesmo quando a pandemia no Brasil e no mundo acabar, não é certeza de que o modelo híbrido acabará, porque as empresas perceberam a grande vantagem ao adotar o home office.

Por que mesmo com o término da pandemia no Brasil, não vale a pena continuar trabalhando em casa?

pandemia no brasil

#1. Falta de Foco

A falta de foco é um dos principais inimigos de quem trabalha em casa. E se é o seu caso, certamente já passou por esse tipo de situação.

Para evitar esse tipo de problema, a melhor solução é buscar por um coworking!

Além de trabalhar em um local sem distrações, é uma ótima forma de fortalecer o seu networking.

#2. Misturar vida pessoal e profissional

Quando você não cria um espaço próprio para trabalho, fica muito fácil perder o foco. Até porque, seu ambiente pode virar uma bagunça!

Desorganização leva à falta de produtividade. Já pensou em quanto tempo você perderia de trabalho por não encontrar algo que precisasse?

Por isso, você precisa ter um espaço próprio para trabalhar, com todos os equipamentos necessários. E ah, não vale trabalhar no quarto! Lá é um ambiente de descanso, e não de trabalho.

#3. Misturar as despesas

pandemia no brasil

Outro erro muito frequente para quem está começando a trabalhar em casa é misturar as despesas. Se você não separar as despesas pessoais das profissionais, terá problemas em pouco tempo.

Por isso, separe o dinheiro do seu salário daquele que é usado para coisas do seu dia a dia. Se estiver com dificuldades, peça ajuda a um administrador, ou utilize aplicativos como o Mobilis que podem ajudar a manter esse controle.

#4. Não fortalecer o networking

Um erro comum que também pode acabar com a sua produtividade é não construir um network.

Em geral, isso acontece porque as pessoas se isolam quando começam a trabalhar em casa, o que também não é uma boa prática.

Para não deixar que isso aconteça, você precisa começar a criar a sua própria rede de contatos.

Uma forma de fazer isso é trabalhar em um coworking como a Desk Coworking.

Assim, além de não se isolar, você ainda poderá trocar experiências com outras pessoas que enriquecem o lado pessoal e profissional da vida quando a pandemia no Brasil terminar.

Gostaria de conhecer as nossas soluções?

Acesse essa página e entre em contato com a nossa equipe!

Compartilhe :

Fale com um consultor