Os desafios do trabalho remoto em meio à pandemia

Por conta da pandemia, a demanda pelo formato de teletrabalho cresceu muito. E, junto isso, os desafios do trabalho remoto.

Estamos vivendo um cenário incerto, e todos os dias, precisamos inventar novas soluções para driblar a crise. Como trabalhar à distância, seja em um coworking ou em casa, é uma medida para combater a disseminação do Covid-19, é o momento ideal para impulsionar este formato de trabalho.

E embora o senso comum diga que trabalhar em casa é sinônimo de descanso e flexibilidade, a realidade não é assim.

A adaptação pode demorar, é dolorosa e traz dificuldades. Mas a boa notícia é que não é impossível, e pode proporcionar ótimos benefícios se a pessoa souber como administrar a nova rotina.

Quer saber os principais desafios do trabalho remoto? Acompanhe o nosso guia abaixo!

#1. Isolamento social

Sem sombra de dúvidas, um dos maiores desafios do trabalho remoto foi e vem sendo o isolamento social. Muitos profissionais não conseguiram se adaptar à rotina, por não poderem manter contato próximo com os colegas de trabalho, fosse durante o expediente ou na pausa para o cafezinho.

Manter este contato mais próximo é muito importante, mesmo que à distância – inclusive momentos de descontração, que podem ser feitos virtualmente. Por isso, de tempos em tempos, analise você mesmo (a) e perceba se a distância está afetando demais a sua saúde mental.

#2. Manter o foco pode ser mais complicado. É um dos desafios do trabalho remoto

desafios do trabalho remoto

Manter a concentração e o foco no escritório já não é muito fácil quando há gente conversando, barulho de telefone e notificações chegando a todo momento.

Mas em casa, essa tarefa pode ser ainda mais árdua. Isso porque tudo pode ser motivo de distração quando a pessoa não consegue manter o foco no trabalho. Televisão, crianças, barulho do vizinho ou o cachorro latindo podem diminuir muito a produtividade de um profissional.

Portanto, duas medidas são importantes para evitar este problema. A primeira é deixar os familiares avisados que você não terá todo o tempo disponível para eles durante o expediente de trabalho. A segunda é separar um tempo específico para responder mensagens, e-mails e notificações de trabalho e, assim, não perder o foco durante a execução dos projetos. Afinal, vida pessoal e profissional devem ser separadas!

#3. A dor do “não reconhecimento”

Fazer parte de uma equipe, se sentir produtivo, receber feedbacks positivos, são parte fundamental do dia a dia de um profissional para que ele se sinta parte de um todo.

Trabalhar remotamente pode trazer a sensação de não ser visto e nem ganhar o devido reconhecimento no ambiente de trabalho.

Por isso, é preciso saber inovar para ganhar destaque, mesmo que à distância. Não é uma tarefa tão simples, mas também não é nada impossível. De antemão, saiba que é necessário agir com mais esforço e criatividade para obter o devido reconhecimento.

Apesar dos desafios do trabalho remoto, também há benefícios!

desafios do trabalho remoto

 Apesar das dificuldades, trabalhar de forma remota também traz benefícios, especialmente se o ambiente de trabalho for um coworkings. E por quê?

Além de proporcionar um ambiente 100% preparado, com plano de contingência, internet rápida e infraestrutura pronta para sentar e trabalhar, os coworkings são feitos para estimular o networking e a criatividade. Não é à toa que a grande maioria dos profissionais que opta por este modelo de trabalho apresenta uma melhoria considerável no índice de produtividade.

Ademais, além de proporcionar mais foco em resultados, trabalhar remotamente em um coworkings traz mais flexibilidade.

Os times podem ser montados com pessoas de qualquer lugar do país, já que não existe limite geográfico na internet. Isso é excelente, visto que muitas vezes, pessoas muito habilidosas não podem trabalhar em determinada companhia por conta da distância.

Vale a pena migrar para o trabalho remoto, mesmo após a pandemia?

A verdade é que a pandemia só serviu para acelerar um processo que já era a tendência do futuro. Há uma grande probabilidade que, mesmo após a pandemia, muitas empresas e profissionais autônomos mantenham este modelo de trabalho.

Embora muitas empresas tenham sido obrigadas a adotar o trabalho remoto como realidade, foi muito bom por um lado, já que elas perceberam que os projetos não precisam se estagnar só porque as pessoas não podem comparecer fisicamente no ambiente de trabalho.

Caso você opte por trabalhar em casa, em home office, investir no ambiente dedicado às atividades profissionais é importante.

Reservar um local com tudo o que você precisa (iluminação, materiais e tranquilidade para manter o foco) é o que ajudará a aumentar a sua produtividade.

Além disso, é essencial para separar a vida pessoal da profissional, até mesmo para que as outras pessoas saibam que naquele momento, você está trabalhando, e não “tirando férias”.

Gostaria de saber mais dicas sobre os benefícios do trabalho remoto em um coworking? Acesse o blog da Desk Coworking e saiba mais!

Compartilhe :

Fale com um consultor