Como gerenciar as finanças? Veja essas dicas!

Quer saber como gerenciar melhor suas finanças? Não é simples, ok? Mas com essa dicas, você irá fazer melhor!

O segredo para se alcançar o sucesso no mundo dos negócios está em saber gerenciar adequadamente seu dinheiro, levando em conta cada entrada e, obviamente, cada saída de recurso do negócio.

Isso significa que é essencial manter um controle minucioso sobre seu orçamento, sem perder de vista nem uma movimentação sequer dos fundos da empresa!

Controle o fluxo de caixa

O fluxo de caixa representa a movimentação do dinheiro de uma empresa, incluindo desde aquele trocadinho que sai para cobrir despesas diárias inesperadas, como o rendimento bruto e o rendimento líquido, o dinheiro que sobra pela negociação de compras financiadas, as faturas em geral, as notas a receber e também as notas a pagar.

É preciso contar com uma fiscalização cuidadosa sobre tudo isso para evitar prejuízos devido a falhas de administração ou a gastos desnecessários.

Então trate de aprender a definir despesas e prever lucros!

Faça um planejamento estratégico

A verdade é que um empreendedor precisa planejar bastante para ter sucesso.

E esse planejamento precisa ser regular, acontecendo com uma determinada frequência.

Planejar significa definir seus objetivos e suas metas, assim como os meios mais eficientes para atingi-los, os tempos de investimento e retorno, além do que esse planejamento vai exigir do gestor e dos funcionários.

E isso tudo deve se adequar ao perfil da empresa, levando em conta seu porte, sua área de atuação e seu potencial geral.

Saiba gerir o orçamento

Além do controle do fluxo de caixa, faça um balanço patrimonial da empresa.

A gestão orçamentária corresponde ao plano tático, à avaliação de todos os bens, de todos os ativos e passivos, de todo o capital de giro e de todas as possibilidades de rendimento disponíveis.

O controle orçamentário — ao contrário do controle de caixa, que deve ser diário — pode ser feito a cada 6 meses ou mesmo anualmente.

O empreendedor deve, também, efetuar um balanço mensal para avaliar se o planejamento está frutificando ou se será preciso revisar sua estratégia.

E aqui vai uma dica de ouro: transforme sua análise em números, pois assim o controle fica bem mais fácil.

Separe as finanças pessoais das empresariais

Um erro bastante comum no mundo dos negócios é usar dinheiro da empresa para fazer compras desvinculadas de sua atividade ou até para pagar dívidas pessoais.

Evite confundir as reservas a todo custo!

Assim você evitará rombos no caixa da empresa que podem vir a se transformar em problemas ainda maiores.

Por isso, trate de saber o que é, de fato, seu dinheiro e diferencie daquele que pertence à empresa, sendo fundamental para seu funcionamento.

Mas se por acaso, por uma situação de extrema necessidade, precisar pegar dinheiro da empresa para sanar alguma dívida pessoal, faça-o como um empréstimo, procurando pagá-lo como faz com as contas dos fornecedores ou com as taxas de serviços.

Administre a folha de pagamentos

Também é preciso ter controle sobre os funcionários da empresa.

Assim, não admita colaboradores em número acima do necessário para não se comprometer com mais gastos nem tenha menos funcionários do que seu negócio requer simplesmente visando conseguir uma maior economia, pois o resultado será visto em forma de menos produtividade e, provavelmente, insatisfação por parte dos funcionários, que ficarão sobrecarregados.

Eduque-os quanto à necessidade de esperar o dia do pagamento previsto, uma vez que adiantamentos acabam prejudicando tanto a empresa quanto o próprio funcionário.

Corte despesas desnecessárias

Tem como economizar no papel da impressora? Que tal adotar canecas personalizadas para seus colaboradores e parar de gastar com copos descartáveis?

Os aparelhos ficam ligados depois que todos se vão?

Cortar esse tipo de despesa desnecessária não é uma sugestão, é praticamente obrigatório nos dias de hoje!

E se quer economizar ainda mais, vale cogitar contratar os serviços de um escritório virtual ou de um espaço de trabalho compartilhado!

Viu como nem é tão complicado assim? Já pratica algumas dessas dicas na gestão financeira da sua empresa?

Caso tenha alguma dificuldade e lhe dar com este assunto, porque não vir conversar com um consultor financeiro da equipe do DESK Coworking? Basta agendar!

Compartilhe :

Fale com um consultor