Como o coworking está revolucionando o trabalho?

Por: DESK Coworking

Que o coworking já deixou de ser tendência e está consolidado como um espaço produtivo de trabalho, você deve estar cansado de saber.

Os números do setor – sempre em expansão – mostram que esses escritórios compartilhados vieram para ficar. Definitivamente. Só no Brasil, o aumento no número de coworkings foi de 52% de 2015 para 2016, e 114% de 2016 para 2017, segundo o Censo Coworking Brasil, realizado pelo Coworking Brasil em parceria com a Movebla e a Ekonomio.

Levando em conta esse cenário de pura expansão, gostaríamos de propor uma reflexão sobre como o coworking está criando uma nova filosofia de trabalho e – por que não? – de vida.

Uma nova forma de trabalho

O coworking está revolucionando o jeito como trabalhamos ao proporcionar um ambiente para a troca de ideias, relacionamentos e projetos. Muito além da comodidade de ter um lugar para tocar seu negócio a um preço acessível, as pessoas acabam impactando a vida uma das outras de uma forma muito positiva. Isso tudo graças ao networking e a colaboratividade.

As práticas do coworking também têm sido incorporadas por grandes corporações. Natura e Johnson & Johnson são exemplos de empresas que estimulam a interação entre pessoas de diferentes áreas. Outras, por sua vez, já chegaram à conclusão que os funcionários podem trabalhar de onde quiserem. Basta um computador ou um celular conectado à Internet, e muita disciplina por parte do profissional.

Crescimento além da crise econômica

O coworking deu tão certo que é um dos mercados que têm conseguido crescer apesar da crise econômica.

Pessoas que perderam empregos começaram a empreender. Os escritórios compartilhados apareceram como uma alternativa viável para fixarem seus negócios. Tudo isso por causa da comodidade de pagar uma mensalidade e ter acesso à toda infraestrutura necessária. Sem contar nas infinitas possibilidades de relacionamento profissional, como já ressaltamos acima.

Os altos custos de aluguel e manutenção de espaços comerciais fizeram com que grandes empresas também levassem parte de suas equipes para os coworkings. Por causa disso, muitos desses escritórios passaram a oferecer salas privativas, além de outros serviços voltados ao mundo corporativo.

Novas tendências para um mercado novo

Outra característica que torna o coworking ainda mais interessante é o coworking-club. O coworker paga uma mensalidade fixa e, além de acesso a toda infraestrutura, ainda conta com serviços extras, como aulas de spinning, yoga, acesso a cafés e livrarias. Opções ótimas para dar uma relaxada, não é mesmo?

Os coworkings também têm apostado na segmentação. São vários os espaços que concentram no mesmo ambiente empreendedores, serviços, recursos e conteúdos focados em uma determinada área de atuação. Tem coworking para designers, arquitetos, mães, advogados e até chefs de cozinha.

Os coworkings temporários

Os coworkings temporários também mostram o quanto esse novo modelo de espaço de trabalho tem influenciado as nossas relações de trabalho. Alguns proprietários de bares, cafés e restaurantes transformaram seus estabelecimentos em estações de trabalho nos períodos em que não estão abertos ao público.

O resultado é favorável para todo mundo. É uma forma desses estabelecimentos conseguirem uma renda extra. E para os profissionais é um espaço muito mais atrativo e estimulante para trabalhar. Mais: o custo-benefício é excelente. Ou seja, uma opção super promissora nesses tempos de crise econômica, tanto para quem oferece o serviço quanto para quem usa.

O coworking como catalisador de sonhos profissionais

Vale lembrar que os coworkings também têm criado iniciativas para ajudar seus membros na realização de seus objetivos profissionais.

Foi pensando nisso que nós criamos a Comunidade DESK Coworking. Muito mais que infraestrutura e um espaço agradável para você tocar o seu negócio, favorecemos a troca de experiências e projetos entre nossos coworkers, e nossos coworkers e você. Uma grande comunidade de indicações e geração de negócios entre todos, que funciona de um jeito super simples e ativo. Você entra em contato com a gente. Analisaremos a sua demanda e, imediatamente, indicaremos uma pessoa ou empresa, que irá chamá-lo para um bate papo. É assim que começa uma parceria produtiva.

FAÇA PARTE DE NOSSA COMUNIDADE

 

O modelo de negócio dos coworkings têm agregado valor para todo o ecossistema ao difundir a cultura da colaboratividade, onde cada profissional pode contribuir para o projeto do outro, ajudando a transformar o mundo em lugar melhor. É para ficarmos atentos a esse movimento conectado à economia criativa, e bastante revolucionário.

Na próxima semana, vamos falar sobre o coworking ideal para você trazer seu negócio.

 

  Posts Similares