Coworking – Solução ideal para enfrentar a crise

Entenda porque investir em um escritório compartilhado pode ser a solução ideal para enfrentar a crise! Coworking – Solução ideal para enfrentar a crise. Saiba mais aqui como!

Estamos vivendo um momento difícil em nossa economia e, a fim de enfrentar a crise, todos os setores têm sentido certa dificuldade ao tentar ajustar o planejamento de recursos às necessidades do negócio.

Mesmo assim, muitas empresas ainda estão encontrando formas inteligentes de poupar o máximo possível sem reduzir a qualidade da estrutura necessária para a realização dos trabalhos.

Os profissionais autônomos, os novos empreendedores, startups e freelancers talvez sejam o grupo que sente mais na pele os desafios desta realidade.

A boa notícia é que ter um suporte que permita realizar o trabalho, estimular e manter alta produtividade, e que ao mesmo tempo demande um investimento viável nesta época crítica é uma preocupação que pode ser solucionada com modelos inovadores, como o Coworking.

Divisão das despesas para enfrentar a crise

Coworking, como também são conhecidos os escritórios compartilhados, é um espaço de cooperação que ajuda profissionais novos e aqueles que temem assumir grandes riscos.

Dentre as vantagens que ele oferece, o ambiente compartilhado permite dividir despesas, como:

  • Ter um bom espaço para trabalhar sem necessariamente ter de arcar sozinho com o aluguel todo mês;
  • Dividir internet de maior velocidade sem pagar um preço alto por isso;
  • Contar com toda a tranquilidade de não ter que gerenciar tudo isto por conta própria;
  • Ter em mãos tudo o que precisa por um custo reduzido e ao mesmo tempo com um número menor de preocupações.
  • Networking

Se ajusta às suas necessidades

Além de economizar, você pode utilizar um escritório compartilhado com condições sob demanda.

É possível escolher, por exemplo, trabalhar só x horas por dia, não precisando estar lá em tempo integral, mas só nos momentos que mais precisa de concentração ou de ter um local para receber clientes com ar de mais profissionalismo.

Outra vantagem que ele oferece é não ter que investir em infraestrutura própria e manter um lugar funcionando ainda que não faça uso frequente.

Ou seja, você terá a sua disposição um escritório pronto, montado e pagando por um pacote que estará de acordo com a sua demanda.

Compartilhamento de ideias e networking

Em tempos de crise, compartilhar ideias com outros profissionais pode ser essencial para descobrir novas formas de investimento, trabalhar e driblar as dificuldades econômicas.

Ter um bom networking com diferentes empresas também se torna imprescindível para criar sempre maiores oportunidades.

Gerar mais negócios, obter mais indicações, clientes e agregar maior conhecimento — as parcerias podem lhe ajudar a enxergar possibilidades de passar pela fase difícil e reagir a ela.

Infraestrutura propícia ao maior rendimento e à credibilidade

É natural que seus clientes, também receosos pela crise, escolham o melhor profissional ou a melhor empresa (custo x benefício para eles).

Analisando cuidadosamente a credibilidade e a imagem que a empresa que pretendem contratar apresenta.

A impressão que fica, em uma visita presencial, por exemplo, é importante para o bom relacionamento e para a construção de confiança, ajudando assim reter mais clientes.

Espaços de coworking ou Business center, como são conhecidos, disponibilizam também serviços integrados, como secretárias, ajudando você a focar no core business e concentrar melhor seus esforços no crescimento de seu negócio, sendo mais produtivo — otimizando tempo com questões em que terá auxílio, suporte e podendo gerenciar melhor sua agenda.

Por fim, vemos que o escritório compartilhado é a solução ideal para economizar e permitir a formalização de pequenos negócios, o que dá a eles maior fôlego para serem mais competitivos e enfrentarem a crise de forma eficaz.

Viu como os desafios de enfrentar a crise podem se tornar mais fáceis com a opção de investir em um escritório compartilhado?

Tem alguma dúvida ou comentário? Não deixe de baixar nossa planilha de comparativo de investimento.

Compartilhe :

Fale com um consultor