Você sabe o que de fato é empreender?

Você já parou para pensar no que de fato significa empreendedorismo?

O empreendedorismo é mais do que simplesmente abrir um negócio. Empreendedorismo é a essência que uma pessoa carrega. É característico de um empreendedor enxergar fora da caixa, não ter medo do desconhecido, não temer abrir novos horizontes. E mesmo assim, manter um olhar analítico sempre em frente.

Empreendedorismo compreende três pilares essenciais, que são:

  • Visão fora da caixa;
  • Coragem;
  • Ser proativo;

Vamos falar hoje um pouco mais sobre cada um dos tópicos acima. E mais, falaremos um pouco mais também sobre o bootstrapping e como você pode sair da estaca zero sem a ajuda de ninguém.

Se interessou pelo tema de hoje? Dá uma conferida abaixo no que eu separei para você!

Pensando fora da caixa

Empreendedorismo significa acima de tudo olhar e pensar fora da caixa. Não adianta optar sempre pelo menos caminho que todos já usam.

Empreender significa trilhar o próprio caminho, independente do número de pedras que estejam barrando a passagem. Um empreendedor não enxerga uma pedra como uma dificuldade, e sim como uma oportunidade para criar novas soluções ainda não inventadas.

No entanto, empreender não significa necessariamente que você precise reinventar a roda. Basta olhar para o que já foi feito e criar uma forma de tornar aquilo mais efetivo.

E por que empreendedorismo é pensar fora da caixa?

Vou dar um exemplo prático. Você pode selecionar um grupo com 1000 pessoas e entregar a cada uma delas um pedaço de madeira e ferramentas específicas. Peça para que elas talhem o rosto de uma pessoa famosa.

Das 1000 pessoas, eu posso garantir que pelo menos 995 quebrarão a cabeça tentando entender como fazer isso.

As outras 5 não precisarão pensar por muito tempo. Na verdade, elas já conseguem enxergar o rosto esculpido. O que elas fazem é apenas tirar o excesso da madeira que não faz parte da escultura.

Isso é empreender: pensar fora da caixa, não enxergar limitações! Essa é a diferença primordial que separa tantos empreendedores de sucesso dos que não têm sucesso. Afinal, se você quiser resultados acima da média, você também precisa estar acima da média.

Coragem para encarar o empreendedorismo

empreendedorismo

Para empreender, você precisa ter coragem. E não é só aquela coragem de deixar o seu emprego para trás (vamos falar sobre isso daqui a pouco).

É uma coragem necessária para encarar e aceitar todo o tipo de mudança que surgir durante a trajetória como empreendedor.

Em alguns casos, o seu negócio pode não ir para frente. Mas algumas vezes, ele poderá sim. E quando isso acontecer, você precisa se preparar perguntando algumas coisas para você mesmo:

  • Estou pronto para deixar o meu emprego para trás, mesmo que ele me traga um certo conforto?
  • Estou pronto para me mudar de cidade ou de estado, caso seja necessário?
  • Estou pronto para abraçar todas as mudanças que poderão surgir na nova rotina?

A questão do emprego já é um pouco mais complicada. Vejo muita gente que começa a empreender na internet deixando seus empregos para trás já no primeiro mês.

Não faça isso, caso essa seja a sua principal fonte de renda.

Você só pode deixar o seu emprego quando o seu trabalho como empreendedor já estiver rendendo bons frutos para você.

Em todo caso, empreender requer bastante coragem, já que empreendedorismo é sinônimo de risco.

Não se esqueça também de que a diferença entre a palavra rico e risco é apenas a letra S!

Seja mais proativo

Você pode pensa fora da caixa, ser o maior gênio do século XXI e ter toda a coragem do mundo. Se você não for proativo, isso não vai resolver absolutamente nada.

Empreendedorismo significa também arregaçar as próprias mangas e colocar a mão na massa quando for necessário.

Isso significa que às vezes, só você poderá fazer por você mesmo. Esperar que as coisas caiam do céu ou que outras pessoas realizem o seu trabalho é um passe livre apenas de ida para o fracasso.

Além disso, empreendedores de sucesso têm um ponto em comum: todos eles investem no próprio conhecimento.

Investir no próprio aprendizado é essencial para evoluir e alcançar o próximo patamar.

E eu não me refiro somente aos cursos online. Se você almeja ter um grande negócio, precisará ter uma noção geral de assuntos como:

  • Administração;
  • Direitos legais;
  • Economia;
  • Inglês e espanhol, no mínimo;

Portanto, é essencial investir em outras áreas de conhecimento, se você quiser se tornar um empreendedor diferenciado no mercado.

Ser proativo significa também trazer mais soluções viáveis para o seu negócio. Problemas de todas as magnitudes sempre existiram nas empresas e continuarão existindo. O cenário mais comum em grandes empresas é a falta de iniciativa por parte de funcionários ou superiores.

Se você for uma pessoa proativa, certamente ganhará mais destaque e visibilidade. Ao mesmo tempo, se tornará também um funcionário mais valorizado.

Qualquer pessoa pode ser proativa, mas algumas precisam praticar mais do que outras. Se você não é uma pessoa proativa, não se desespere. Esse é uma habilidade que pode ser desenvolvida com o passar do tempo!

Calce as suas próprias botas

empreendedorismo

Você conhece o termo bootstrapping? Não? Se você almeja empreender sem a ajuda financeira de ninguém, muito em breve ouvirá falar nesse termo.

Não há uma tradução exata para o termo, que vem do inglês. O mais próximo disso seria calçar as próprias botas. Isso é, no mundo do empreendedorismo, isso significaria não depender da ajuda de ninguém e iniciar o próprio negócio por conta própria.

E isso não se aplica somente às pequenas empresas ou startups. Na verdade, muitas empresas que hoje dominam o mercado em seus respectivos nichos também começaram assim!

Tenha em mente que um empreendedor bootstrapping não é um empreendedor iniciante. Geralmente, ele já possui mais experiência de mercado, já que ele precisa agir por conta própria.

Você tem interesse no empreendedorismo?

Dá uma olhada no que eu separei abaixo:

Dupla jornada: uma das formas de começar por conta própria sem depender de investimentos de terceiros é trabalhar em dois empregos.

Um deve ser seu atual empreendimento. O outro, seu emprego. O seu atual emprego pode inclusive ser a principal fonte de renda que alimentará o seu empreendimento enquanto ele não engrena.

Junte mais dinheiro: é normal que muitas pessoas sejam um pouco imediatistas na hora de criar o próprio negócio. Acabam colocando a carroça na frente dos bois e se esquecem dos baby steps, isso é, o passo a passo inicial, sem pular nenhum degrau.

Então, uma das maneiras de começar o empreendimento sem depender de empréstimos é juntar mais dinheiro por mais tempo.

Mesmo assim, tenha cautela. Por mais que você fique por mais tempo juntando, ainda assim será improvável que você consiga uma quantia realmente alta trabalhando por conta própria. Por isso, trate de gerenciar bem o seu dinheiro, ou ele será aniquilado em pouco tempo.

Comece seu empreendimento com menos riscos e gastos: outra forma de começar seu empreendimento com menos riscos é minimizando os gastos.

Como você não tem investidores, pode facilitar um pouco alguns processos, tornando-os mais simples.

Por exemplo, para começar a divulgar o seu negócio, você pode utilizar estratégias de marketing de conteúdo em um site. Mas ao invés de contratar um programador, você poderá simplesmente utilizar o CMS como o WordPress, que é simples, prático e barato.

Há ainda a opção de trabalhar em incubadoras, que geralmente são universidades que fornecem todo o material e espaço necessários para que startups possam se desenvolver. Foi assim que muitas startups nasceram e se transformaram em empresas gigantescas!

Você também pode economizar no espaço. Ao invés de montar um escritório em casa, caso não tenha dinheiro disponível, experimente trabalhar em um coworking. Coworkings são espaços comunitários onde pessoas de diferentes áreas trabalham em escritórios compartilhados.

Além de você não gastar dinheiro, se beneficiará com o networking e a troca de experiências, o que poderá enriquecer ainda mais o seu trabalho.

Entre em contato com a Desk Coworking para conhecer as nossas soluções!

Compartilhe :

Fale com um consultor