O significado de coworking | Um relato da minha experiência

Nós trabalhamos em média 8 horas por dia, o que significa um terço do nosso dia. É por isso que, quando pensamos em significado de coworking, o conceito vai muito além do trabalho: é um estilo de vida!

Sou suspeito para falar, porque boa parte do meu trabalho já foi realizada em coworkings. Nunca vi sentido em optar por um modelo de trabalho que não fosse condizente com a minha personalidade. Pois, como bem disse, boa parte da nossa vida passamos trabalhando.

Coworkings não são apenas espaços para o desenvolvimento de startups, como muita gente pensa.

Mas, antes de falar mais sobre minhas experiências pessoais, vamos entender o real significado de um coworking!

Qual é o significado de coworking?

No português, não existe um termo exato para a tradução de coworking. O significado mais próximo é um ambiente de trabalho colaborativo – que é exatamente a ideia de um coworking.

Um dos primeiros coworkings a serem fundados nasceu na California (terra de todas as boas ideias e bandas musicais, diga-se de passagem).

Embora muitas vezes ele seja divulgado como o Hat Factory, o primeiro coworking de fato foi o San Francisco Coworking Space, no Spiral Muse.

A ideia, em 2005, foi a mesma: abrir as portas de um apartamento para que outros freelancers pudessem trabalhar juntos, trocando ideias e experiências.

Atualmente os coworkings são muito mais do que eram originalmente. Foram moldados como espaços voltados também às empresas que queiram participar deste ecossistema colaborativo sem perder a qualidade e eficiência de produção, podendo usar, por exemplo, salas de reunião e salas privativas.

E os freelancers não perderem o espaço, pelo contrário: há uma ampla gama de serviços oferecidos por coworkings que atendem às necessidades dos freelas.

Mas será que em 2021 ainda é vantagem para um profissional autônomo trabalhar em um coworking?

Com a minha experiência, digo que sim. O significado de um coworking transcende a ideia de trabalhar. E eu vou dizer os motivos abaixo!

Por que eu decidi trabalhar em um coworking alguns anos atrás?

 significado de coworking

Eu trabalhei durante muitos como freelancer, e hoje, apesar de ser PJ, gosto de manter minha autonomia até certo ponto.

Trabalhar em casa foi uma opção minha desde o início, e apesar de parecer o melhor dos cenários para quem trabalha em regime CLT, é preciso ter muita disciplina.

Particularmente, eu nunca tive muito problema com isso. Sempre consegui conciliar meus estudos com trabalho e a rotina doméstica.

Mas em determinado momento da vida, comecei a sentir com mais pesar algumas das desvantagens de trabalhar em casa como, por exemplo, o isolamento social.

Eu sempre gostei muito de me relacionar com as pessoas, fazer novos amigos, trocar experiências. Faz parte de mim ser assim, e trabalhar todos os dias sem ver ou falar com ninguém começou a virar um fardo.

Ao mesmo tempo, a ideia de precisar “bater ponto” em um escritório não combinava em absolutamente nada comigo.

Foi quando lá por meados de 2013 eu ouvi pela primeira vez o significado de coworking. Até então, eu nem sabia que eles existiam!

Minha primeira experiência foi em São Paulo, em um coworking pertencente ao Google. Fiquei encantado com o lugar, a forma como as pessoas trabalhavam e usavam o “tempo livre” para se divertir em uma mesa de sinuca trocando ideias sobre possibilidades de projetos.

Além, claro, de toda a organização do local, com box privativos para as pessoas falarem no telefone, salas de reunião, de treinamento, sem contar a decoração do ambiente. Definitivamente, não tinha cara de um escritório convencional – aqueles cubículos com um computador, uma mesinha e telefones tocando a cada minuto, sabe?

Foi a partir de 2015 que eu decidi migrar definidamente do home office para um coworking.

Manter a concentração: o significado de um coworking na prática

Para mim, foi muito mais fácil manter o foco em um coworking do que em casa. Soa engraçado, já que em um ambiente compartilhado há muitas pessoas falando o tempo todo.

Acontece que eles são projetados com este propósito: estimular a criatividade e potencializar a produtividade. Todos os ambientes de um coworking são construídos de forma pensada, como no Desk Coworking.

Quem trabalha em casa, sabe que não é fácil manter o foco o tempo inteiro no trabalho. É normal perder a concentração e se distrair com qualquer bobagem, como uma televisão, com o cachorro do vizinho latindo ou com as redes sociais piscando na tela do celular.

Não que você não possa utilizar suas redes sociais em um coworking – mas o ponto é que ver as pessoas tão engajadas em seus projetos em um ambiente colaborativo também estimula você a manter 100% do foco no trabalho. Mas de uma forma mais leve, descontraída, e não com um chefe apitando o seu lado para entregar o relatório no final do dia.

A estrutura é preparada para atender os coworkers da melhor forma possível

 significado de coworking

Outro motivo que me fez migrar o ambiente de trabalho foi a estrutura. Em casa, eu não havia montado um espaço decente para trabalhar. Sem contar que muitas vezes a internet me deixava na mão.

E o pior pesadelo de qualquer freela é ficar sem internet!

Em um coworking, a estrutura é preparada para receber desde freelancer a empresas de diferentes portes.

Os escritórios são prontos, com equipamentos de qualidade, internet rápida, e muitos deles possuem um plano de contingência, como na Desk.

Estímulo à criatividade

Coworkings são espaços de trabalho completamente diferentes dos escritórios tradicionais.

Como eu disse, eles são projetados para estimular a inovação e criatividade.

A atmosfera é diferente, as decorações são mais modernas, e quanto mais à vontade um profissional se sente no ambiente de trabalho, mais produtivo ele é.

O mais legal é que hoje em dia eles não são utilizados apenas por freelancers que gostam de trabalhar em diferentes locais.

Também surgiram como solução para as empresas que queiram reduzir os gastos, já que alugar salas em um coworking é muito mais viável financeiramente do que alugar escritórios tradicionais, arcar com aluguéis, impostos e mobília.

E por causa da pandemia, muitas empresas que já haviam se consolidado em escritórios começaram a repensar a própria estrutura.

Afinal, além de economizarem recursos alugando salas de reunião e treinamento em um coworking, deixam de enfrenta o obstáculo dos limites geográficos, já que colaboradores de todas as regiões do país podem trabalhar para a empresa.

Você gostou da ideia de mudar o seu ambiente de trabalho e elevar à máxima potência a sua criatividade e produtividade?

Entre em contato com a Desk Coworking e conheça as soluções ideais para a sua empresa!

Compartilhe :

Fale com um consultor