Uma pós-graduação é uma boa qualificação para o mercado?

O que acredita sobre uma boa qualificação para o mercado? O mundo e a sociedade evoluíram: o que antes era dispensável, hoje é essencial.

Um dos maiores fatores que comprovam isso é a necessidade de uma pós-graduação.

Afinal, com o desenvolvimento econômico e social das classes mais baixas nos últimos anos, a graduação deixou de ser um grande diferencial para o mercado.

Em outras palavras, com a qualificação profissional sendo realidade para uma grande parcela da população nacional, destaca-se o indivíduo que aprimora seus conhecimentos em cursos mais aprofundados da academia.

Embora o momento seja de crise, a educação deve ser entendida como um investimento primordial.

Afinal, é justamente numa crise econômica que as empresas poupam os profissionais acima da média, pois são eles que oferecem maiores chances de crescimento para o empreendimento.

Veja a seguir pontos que comprovam que a pós-graduação é uma boa aquisição para o seu currículo. Continue a leitura!

O que se entende por pós-graduação

Para continuarmos adiante, é necessário entender melhor o que é a chamada pós-graduação: um conjunto de cursos de especialização, que podem ser divididos em “lato sensu” e “stricto sensu”, que são os mestrados e doutorados.

Atualmente, a parcela de profissionais executivos pós-graduados com cursos de especialização “lato sensu” é de 77%, ao passo que, no âmbito de mestrados e doutorados, a porcentagem cai para 9%.

Novas situações, novas dificuldades

Em meados de 2010, o mercado era próspero: a economia estava em alta e muitos empreendimentos eram iniciados.

Nesse período, o mercado não necessitava em grande escala de profissionais extremamente preparados.

Entretanto, com as mudanças ocorridas no âmbito econômico e social nestes últimos seis anos, surgiram dificuldades.

Nesse contexto, para lidar com adversidades, apenas os profissionais muito bem preparados alcançavam e alcançam o sucesso. Isso quer dizer que a graduação não é mais suficiente, uma vez que, para se tornar um profissional com conhecimento profundo na área de atuação, é necessária uma pós-graduação.

As empresas entenderam isso, e atualmente uma pessoa com pós-graduação no currículo se sobressai perante as demais.

Mudanças no salário

Para confirmar ainda mais o ponto de vista anterior, podemos analisar os salários: profissionais com pós-graduação apresentam, no mínimo, um aumento de 80% na média salarial em comparação com pessoas que possuem apenas a graduação.

Em outras palavras, as empresas não apenas poupam pós-graduados dos cortes de pessoal, mas também valorizam o profissional por meio de um salário mais elevado.

Isso significa que, embora o investimento em pós-graduação durante épocas de crise possa assustar em um primeiro momento, o aprimoramento é essencial para alcançar novos patamares de crescimento profissional e atingir uma estabilidade financeira no futuro.

Buscar se diferenciar é essencial

Como sabemos, as taxas de desemprego são enormes, e a situação fica ainda mais complicada com as projeções negativas para o futuro próximo.

Isso significa que é indispensável diferenciar-se de outros profissionais do mercado, e a pós-graduação é o caminho mais prático e inteligente para conseguir isso.

Pelos números que apresentamos anteriormente, ficou claro que até mesmo a pós-graduação “lato sensu” está deixando de ser um grande diferencial.

Isso nos mostra que a busca por aprimoramentos como o mestrado e o doutorado deve se tornar cada vez mais comum, e o profissional deve estar preparado para se dedicar à sua qualificação profissional a fim de se destacar.

Compartilhe :

Fale com um consultor