É empreendedor individual? Confira 5 dicas para abrir seu negócio

Hoje em dia é muito mais fácil realizar o sonho do próprio negócio e ser um empreendedor individual.

Se você tem o desejo de empreender e realizar vendas ou prestação de serviços sem dispor de funcionários, pode contar com a categoria de Micro Empreendedor Individual (mais conhecido como MEI).

Se você tem uma boa ideia, deseja trabalhar com produtos ou prestação de serviços de forma individual, deve ficar atento na hora de formalizar a sua micro empresa.

No post de hoje vamos trazer 5 dicas para você abrir seu negócio sem maiores dificuldades. Confira:

Faça um plano de negócios

Mesmo que você seja uma espécie de “freela formalizado”, é sempre bom ter um plano de negócios para sua MEI.

De onde você está partindo, hoje, como profissional? Onde quer chegar? Como o mercado está favorável para seu negócio?

Quais são as dificuldades e como contorná-las? Quais serão as estratégias de marketing? Se você pretende abrir o seu negócio, é necessário ter as respostas para essas perguntas.

Assim, sua empresa terá uma vida mais longa, considerando o tempo médio de duração de uma MEI.

Normalmente, a maioria das empresas fecha exatamente por falta de planejamento — o empreendedor só pensa no que deve fazer no momento da crise, e aí já é tarde demais.

Escolha bem sua contabilidade

Não é porque você é um empreendedor individual que estará livre de tributos e prestação de contas.

Também é preciso controlar o fluxo de caixa, caso opere de forma semelhante a um trabalhador freelancer, para não complicar as contas.

Uma empresa de contabilidade é fundamental e para lhe fornecer uma consultoria contábil e garantir que as obrigações ficarão em dia.

Não se esqueça de pagar o DAS

Quem pretende se tornar um micro empreendedor individual deve ficar atento ao pagamento do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).

O Simples Nacional é um regime tributário específico, destinado a empresas que possuem rendimento líquido anual (até R$4.800.000 anuais).

Toda MEI, por si só, deve ter rendimento anual abaixo deste valor e, desta forma, deve pagar mensalmente o DAS.

Lembre-se sempre de pagar o tributo em dia, pois a taxa de juros e multa sobre o atraso são altas.

A multa é de 0,33% ao dia, com máximo de 20%, e os juros resultam da soma da taxa Selic desde do mês seguinte do vencimento até o mês anterior ao do pagamento, acrescido de mais 1% referente ao mês de pagamento.

Organize todos os documentos

Ao abrir o seu negócio, é necessário organizar seus documentos minuciosamente, relacionando todas as compras, vendas, emissão de notas fiscais para clientes etc.

Estes dados são importantes na hora de declarar o Imposto de Renda e realizar auditorias fiscais.

Para evitar perda de tempo, deixe-os organizados em pastas separadas e devidamente identificadas.

Opte por um escritório virtual

Os gastos para abrir o seu negócio podem ser grandes, mas você pode diminuir boa parte das suas despesas de uma forma simples: com um escritório virtual.

Alugar uma sala pode ser um investimento dispensável caso sua prestação de serviço seja home office e você não tenha reuniões diárias fora de sua residência.

Além disso, este tipo de aluguel pode ser extremamente caro, já que você provavelmente buscará um local próximo a centros empresariais, o que acaba por aumentar o valor mensal pela sala.

Por isso, a melhor opção para empreendedores individuais são os escritórios virtuais.

Estes são espaços pagos e compartilhados, que são utilizados de acordo com a demanda de cada um, com disponibilidade de telefones fixos para contato, recebimento de correspondências.

Além da possibilidade de um espaço físico com todos os facilities de escritório, como mesas, cadeiras, computadores, projetores etc.

Tudo isso por um preço acessível, visto que é dividido por várias pessoas e utilizado apenas quando realmente necessário.

E você, está pronto para se tornar um empreendedor individual?

Quer saber mais sobre os escritórios virtuais? Leia mais aqui e compartilhe com a gente a sua opinião!

Compartilhe :

Fale com um consultor