Entenda como funciona o Fator R do Simples Nacional

Você sabe o que significa Fator R do Simples Nacional? Sabe como isso pode influenciar diretamente no pagamento de impostos da sua empresa?

De forma simples, o Fator R do Simples Nacional nada mais é do que um cálculo que uma empresa deve fazer para saber se está tributada no Anexo V ou no Anexo III.

Mas você sabe o que significam esses anexos?

O Anexo III foi criado para categorizar todas as empresas que são do ramo de manutenção, instalação de serviços e produtos, agências de viagens, laboratórios médicos e farmacológicos, clínicas de odontologia e academias.

Já o anexo V compreende empresas do ramo de tecnologia, engenharia, jornalismo, e alguns serviços como, por exemplo, auditoria.

Porém, a classificação de uma empresa como Anexo V ou Anexo III também depende de alguns outros parâmetros. Por exemplo, a relação que há entre mão de obra e faturamento na empresa.

Para ficar mais claro, entenda que a folha de pessoal para pessoa física que ultrapassar os 28% de faturamento acaba classificando a empresa no Anexo III. A folha inferior a 28% é classificada como Anexo V!

Há diferenças consideráveis entre as alíquotas dos Anexos III e V, sendo as do anexo V bem maiores. Por isso, é importante que você saiba a que categoria pertence a sua empresa, pois isso pode impactar diretamente o setor financeiro.

De alguns anos para cá, ocorreram algumas mudanças que determinaram quais empresas poderiam ou não permanecer no Simples Nacional. Para você saber, empresas que faturaram entre R$3,6 milhões e R$4,8 milhões de reais poderiam permanecer no Simples Nacional.

 Contudo, essa mudança trouxe um grande impacto para empresas e profissionais autônomos. Confira abaixo como o Simples Nacional pode impactar alguns setores!

Como essa mudança de regime tributário pode afetar uma empresa?

Analisando as tabelas de 2020, dá para ter uma ideia de como essa mudança no sistema tributário causou um forte impacto para muitas empresas.

Lembrando que quando o Fator R > 28%, a empresa pertence ao Anexo III.

Para empresas que faturam por ano de R$180.000,00 até R$360.000,00, a alíquota vigente é de 13,5%, o que implica em uma dedução de R$17.640,00 de impostos. Já para empresas que faturam de R$3,6 milhões a R$4,8 milhões de reais por ano, a dedução de impostos é de R$648.000,00!

Já para as empresas do Anexo V, que faturam de R$180.000,00 a R$360.000,00 por ano, a alíquota de 18% faz com que R$4.500,00 sejam deduzidos em forma de impostos. E já para as empresas que faturam de R$3,6 milhões a R$4,8 milhões, a alíquota de 30,50% corresponde a R$540.000,00 de impostos!

Como o fator R pode beneficiar uma empresa?

Profissionais de diferentes áreas também podem se beneficiar com o Simples Nacional, especialmente aqueles que trabalham de forma independente. Claro que também pode trazer vantagens para uma empresa, mas falaremos disso em outro artigo.

Para um profissional autônomo, por exemplo, fica muito mais fácil pagar tributos com várias datas de vencimento diferentes. Ao adotar o Simples Nacional, tudo pode ser pago de uma só vez em uma guia única.

Além disso, adotar o Simples Nacional faz a carga tributária de um médico ser bem menor. Assim, pode sobrar mais dinheiro para investir na empresa, em especializações ou em outros setores.

Vale a pena ressaltar que uma empresa também pode se beneficiar com o Simples Nacional uma vez que fica mais barato manter funcionários trabalhando de forma legalizada. Isso porque se torna desnecessário pagar os 20% de INSS patronal.

Assim, é possível manter a legalidade na contratação dos funcionários sem que isso custe muito mais caro. E pode ter certeza de que isso faz uma grande diferença no orçamento ao final do mês!

Outro benefício para um profissional autônomo é que além de economizar, os recursos financeiros podem ser usados para investimentos na própria empresa, garantindo assim que ela se expanda e que ao mesmo tempo possa oferecer diferenciais para os pacientes.

Você gostou de saber mais sobre como funciona o Simples Nacional e como ele pode beneficiar pequenas e médias empresas? Deixe o seu comentário abaixo em caso de dúvidas, e não se esqueça de compartilhar esse post em suas redes sociais!

Para saber mais sobre as soluções da Desk Coworking, clique aqui e fale com a nossa equipe!

Compartilhe :

Fale com um consultor