Quer abrir uma empresa? Saiba por onde começar

Abrir uma empresa não é uma tarefa fácil. Primeiramente, você terá de enfrentar uma enorme burocracia e, ainda, há uma grande chance de fracassar.

Estima-se que cerca de 50% das jovens empresas brasileiras fracassam ainda nos primeiros anos de funcionamento.

Portanto, para evitar falhas comuns, você deverá refletir bastante sobre cada etapa do processo de abertura de uma empresa — desde o planejamento até o local de instalação do negócio.

Neste post, explicaremos quais são os aspectos geralmente ignorados em novos empreendimentos. Confira!

Faça um planejamento minucioso

A primeira etapa do planejamento envolve o seu desenvolvimento pessoal.

Você deverá compensar a falta de recursos inicial com as suas próprias habilidades.

Por isso, leia e estude diversos livros, blogs e entrevistas sobre o seu campo de atuação.

Invista em cursos e turbine seu currículo para que seus futuros clientes confiem em você.

Posteriormente, será o momento de pensar no plano de negócios.

Para iniciar essa fase, analise os principais desafios do mercado em que você irá se inserir, os seus concorrentes — e suas atuações — e procure descobrir quais são as necessidades de seus clientes que ainda não foram exploradas pelos seus concorrentes.

Concluída essa etapa, inicie o plano de negócios propriamente dito. Ele deverá conter os seguintes pontos:

  • Planilha orçamentária;
  • Local de instalação;
  • Número de funcionários;
  • Infraestrutura de equipamentos e de TI;
  • Estratégia de marketing;
  • Hierarquia institucional;
  • Planejamento fiscal e trabalhista.

Avalie atentamente todos os custos

A avaliação de custos é crucial para o sucesso do seu empreendimento.

Grande parte das empresas falha justamente por não primarem por um bom planejamento financeiro.

Logo, aplicam recursos de maneira inapropriada, tornam-se vulneráveis e, consequentemente, perdem o potencial competitivo.

Para que o seu negócio não faça parte desse triste rol, confira os principais pontos que devem ser observados em uma análise financeira:

  • Você está incluindo a inflação e a sazonalidade dos preços no seu planejamento?
  • Fez pesquisas com diversos fornecedores até encontrar o melhor preço?
  • Calculou e recalculou a quantidade de insumos necessários?
  • Separou um fundo de reserva para custos inesperados?

Escolha o local de trabalho ideal

Você busca um ambiente de trabalho compatível com um modelo de gestão inovador e flexível e que tenha um excelente custo-benefício?

Talvez o ideal para o seu empreendimento seja utilizar o modelo coworking.

Coworking é uma nova forma de pensar o local de trabalho.

Seguindo as tendências do freelancing e das startups, os coworkings reúnem, diariamente, milhares de pessoas a fim de trabalhar em um ambiente inspirador.

Ele parte de uma premissa muito simples: os profissionais liberais, independentes e autônomos requerem um espaço mais democrático para desenvolverem seus projetos.

Tais profissionais buscam um ambiente intermediário: não desejam o isolamento do home-office, mas também não querem a distração dos espaços públicos.

No coworking, seus funcionários encontrarão um ambiente confortável para fazer suas atividades individuais e, ao mesmo tempo, propício para a interação, inovação e criatividade.

E aí, viu como vários detalhes são essenciais no momento de abrir uma empresa?



Compartilhe :

Fale com um consultor