5 vantagens do coworking em escritórios de advocacia

Conheça mais as vantagens que um ambiente de coworking em escritórios de advocacia pode trazer para os profissionais da área jurídica. Confira.

É comum que, ao iniciar uma carreira de advogado, o profissional ainda não tenha uma cartela muito ampla de clientes.

O que acaba dificultando o investimento na compra ou no aluguel de uma sala para utilizar como o seu ambiente de trabalho.

Em casos assim, o coworking em escritórios de advocacia pode ser uma saída interessante.

O coworking nada mais é do que um espaço compartilhado por diversos profissionais de um mesmo segmento, podendo assim dividir custos e manter sua autonomia, além de ampliar os contatos profissionais.

Gostou da ideia?

Então confira 5 vantagens do coworking em escritórios de advocacia.

1. Redução de custos

Uma das principais vantagens dos advogados que compartilham o espaço é a redução dos custos.

Além do aluguel, é possível dividir as contas de luz, água, telefone fixo, internet, entre outros.

A divisão dos gastos torna os valores bastante acessíveis, até mesmo para os profissionais que estão iniciando a carreira e ainda não possuem uma renda tão alta quanto a de um advogado experiente.

2. Aumento da rede de contatos

O coworking é uma excelente oportunidade para fazer networking.

Seus colegas irão receber clientes, assim como você receberá os seus. Essa troca é muito interessante, sobretudo no que diz respeito às especialidades do direito.

Quer um exemplo prático? Suponhamos que você seja um advogado trabalhista e tenha um colega de coworking especializado em direito criminal.

Uma pessoa que é cliente do seu colega em uma causa criminal poderá precisar de um advogado trabalhista no futuro e, como já tem o seu contato, vai procurar você ao invés de um concorrente.

3. Oferta de salas de reunião equipadas

Geralmente os coworkings oferecem aos locatários amplas salas de reunião equipadas com itens de alta tecnologia, como SmartTVs e computadores.

Com esses dispositivos, você poderá fazer apresentações e expor cases e situações para os seus clientes.

É importante, porém, que todos os advogados tenham uma agenda em comum para evitar que duas pessoas marquem uma reunião no mesmo horário, por exemplo.

4. Troca de conhecimento

O direito é uma área que está sempre em transformação, devido às constantes mudanças ou alterações nas leis, por exemplo.

Por esse motivo, trocar conhecimento e experiências com colegas da área é muito importante.

Em um coworking, a troca é constante. Um colega pode ajudar o outro em causas, sugerindo mudanças e melhorias, beneficiando os clientes de todos.

5. Trabalho extra em mais causas

Trabalhando em conjunto com demais colegas vocês poderão dividir as demandas.

Se um colega está sobrecarregado em um determinado mês, mas você está com bastante tempo livre, por exemplo, poderá ajudá-lo em algumas causas e receber uma remuneração extra por esse serviço.

Gostou da ideia de utilizar o método do coworking em escritórios de advocacia?

Certamente será uma boa ideia para dar o pontapé inicial na sua carreira e, em um curto período, ser um advogado renomado e reconhecido em sua região de atuação.

E para já entrar no clima dos escritórios compartilhados, que tal ler o nosso artigo que mostra os 5 aplicativos para ser mais produtivo no coworking?

Compartilhe :

Fale com um consultor