Abertura de empresas: os 5 passos para formalizar o seu negócio!

A abertura de empresas pode ser muito mais simples do que você imagina. E se você utilizar a estrutura de um coworking, também pode ser mais viável economicamente do que você pensa.

Então, finalmente chegou a hora de tirar a ideia do papel e seguir adiante com os seus sonhos? Ótimo. Você só precisa agora fazer da forma certa. Ter um plano de negócios é essencial para ter o seu próprio.

A forma mais simples de cuidar de processos de abertura de empresas é acessar o Portal do Empreendedor e verificar se a sua empresa se enquadra como MEI. O processo é simples, rápido e barato. Afinal, todos os seus impostos serão recolhidos através do DAS mensalmente, cujo valor é de aproximadamente R$57 reais!

Mas caso você não consiga formalizar a sua empresa como MEI (o que não requer a contratação de um contador, diga-se de passagem), será necessário seguir alguns passos para cuidar do processo de abertura de empresas.

Neste artigo, falaremos sobre os principais passos que você deve seguir para abrir a sua empresa. Está preparado (a)? Vamos começar!

1- Esteja em dia com as suas contas

Antes de você seguir com qualquer outro passo, é importante se informar sobre o recolhimento de impostos e taxas junto à Secretaria da Fazenda do Estado ou Município. 

Se você não estiver com as contas em dia, não poderá dar seguimento ao processo de abertura da sua empresa. 

Aqui, já estamos considerando que você tenha enquadrado a sua empresa como MEI, ME ou EPP. 

2- Abertura de empresas: onde abrir?

Abertura de empresas

O segundo passo é decidir onde você abrirá a sua empresa. E aqui está o pulo do gato: antes de assinar qualquer contrato de locação, você deve estar ciente de algumas coisas:

  • Primeiro, você deve consultar a prefeitura para ter certeza de que você pode abrir a sua empresa em determinado local. Por exemplo: empresas do ramo alimentício requerem cuidados especiais, e você não pode abrir em qualquer lugar!
  • Segundo, você precisa ter em mãos os documentos necessários para obter o alvará de funcionamento da sua empresa.
  • Por fim, alugar um escritório comercial é muito mais caro do que alugar um espaço dentro de um coworking! Pois é, se você não sabia dessa opção, fique sabendo que abrir uma empresa em um coworking é um processo menos burocrático e mais barato! 

3- Defina a razão social e a atividade da empresa

Agora, você deve cuidar de um passo importante do processo de abertura de empresas: a definição da Razão Social e da atividade da empresa.

A Razão Social nada mais é do que o nome formal da sua empresa. Esse é o nome que constará em documentos e escrituras. Isso é, a Razão Social é como o RG da sua empresa.

Já o Nome Fantasia é o nome popular da empresa. Aquele nome que todos os clientes veem, que é utilizado também para ações de marketing. A sua Razão Social pode ser a mesma do Nome Fantasia. Isso ficará a seu critério!

Feito isso, você deverá agora escolher a atividade da sua empresa, o CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas).

O objetivo é organizar e categorizar empresas de acordo com o seu ramo de atividade em códigos.

Cada atividade possui um código específico, e é importante que você (ou o seu contador) utilize o código correspondente na hora de abrir uma empresa.

4- Junta comercial, CNPJ e inscrição estadual: estamos quase lá!

Abertura de empresas

Para dar continuidade ao processo de abertura de empresas, você deve registrar a sua empresa na Junta Comercial. Outra possibilidade é fazer esse procedimento no cartório de pessoas jurídicas. É um processo rápido, não se preocupe!

Em seguida, você deverá cadastrar o seu CNPJ. Ele funciona como um CPF da empresa.

Graças aos avanços tecnológicos, hoje esse processo é feito exclusivamente pela internet. Basta você acessar o site da Receita Federal e acessar o programa PGD-CNPJ.

Se possível enquadrar a sua empresa no Simples Nacional, faça desse modo! Assim, todos os seus impostos serão recolhidos através de uma única guia.

E, finalmente, faça a Inscrição Estadual junto à Secretaria Estadual da Fazenda!

Agora, o passo seguinte é conseguir o Alvará de Funcionamento na prefeitura da sua cidade.

Quando você já estiver com o alvará em mãos, poderá finalmente seguir para um dos últimos passos de formalização, que é o acesso à NF-e. 

Ao obter um certificado digital da sua empresa, você poderá acessar o portal da sua cidade para ter acesso às notas fiscais e começar a emitir para os seus clientes.

E onde entra o coworking nessa história?

Parabéns! Agora, você já está quase completando o processo de formalização da sua empresa!

Como dissemos no segundo passo, na hora de abrir a sua empresa (fisicamente), optar por um coworking pode ser a solução ideal, especialmente para quem está começando o próprio negócio.

Você sabia que poderá utilizar um coworking para criar o seu endereço fiscal?

O endereço fiscal é aquele registrado em documentos e órgãos públicos, para que você faça a inscrição municipal, por exemplo.

Tendo o endereço fiscal já contratado, o processo de abertura de empresas pode ser finalizado!

Existem diversos benefícios ao se contratar um endereço fiscal. Por exemplo:

  • Você abrirá uma empresa em um local que lida com esse tipo de situação diariamente. Ou seja, estará amparado por profissionais que entendem do assunto! Assim, além de os custos serem menores (caso você abra sua empresa em um escritório comercial), também será um processo menos burocrático e mais simples de ser entendido!
  • Não será necessário gastar dinheiro com uma estrutura completa para montar a sua empresa. Imagine que você tenha 10 funcionários, por exemplo. Não se esqueça de que será necessário ter um espaço físico com equipamentos para todos esses funcionários (sem contar salários, direitos trabalhistas, contas de água, internet, luz, limpeza etc). Você pode se poupar disso tudo ao contratar um escritório virtual e se livrar dessas amarras!
  • Você garante estar com tudo dentro da lei, evitando, dessa forma, pagar multas e sofrer outros tipos de punições.

Parabéns! O processo de abertura de empresas chegou ao fim!

Abertura de empresas

Você deu um grande passo na sua carreira. Mas não se iluda: o processo não terminou! Agora, você deve cuidar de outras etapas, principalmente o planejamento de negócios.

Formalizar a abertura de uma empresa é o primeiro passo para entrar no mercado de maneira legalizada.

Montar uma empresa em um coworking é a solução ideal para quem busca conforto, segurança e redução de custos. Afinal, estamos falando do escritório do futuro! Se você não entendeu, acesse aqui um artigo onde explicamos porque esse modelo de trabalho já está sendo uma tendência para os próximos anos.

Você gostou de saber como formalizar a sua empresa em um coworking?

Venha conhecer a DESK Coworking e bater um papo conosco. Ficaremos felizes em ajudar você a dar esse passo adiante com a sua própria empresa!

Compartilhe :

Fale com um consultor