Como o coworking pode ajudar a reduzir custos do seu negócio

Como o coworking pode ajudar a reduzir custos do seu negócio? Em um mundo onde o conceito de economia compartilhada vem ganhando cada vez mais espaço, não é de se admirar que plataformas que incentivam o compartilhamento nas mais diversas áreas consigam fazer tanto sucesso por aí, como as famosas empresas Airbnb, Uber e BlaBlaCar.

Mas será que o próprio ambiente de trabalho também pode ser compartilhado? Claro que sim!

E principalmente quando as empresas contam com a ajuda dos espaços de coworking, que proporcionam inúmeros benefícios, podendo ajudar um tanto na redução dos custos das empresas.

Não sabe o que é um coworking? Não faz ideia de como isso pode ajudar o seu negócio? Então acompanhe o post de hoje e saiba mais!

O coworking, a divisão dos gastos e a economia compartilhada

Nós já explicamos em outro post aqui do blog o que, afinal, é um coworking.

No entanto, não custa nada falar novamente a respeito disso, não é mesmo?

Bem, resumidamente, coworking é a ação de trabalhar em conjunto e de maneira compartilhada.

Logo, podemos entender que um espaço de coworking é um local onde vários profissionais podem trabalhar em conjunto dividindo, além do mesmo ambiente, também os seus custos com mais pessoas ou empresas.

E não tem nada de novo nisso!

Apesar de o conceito de economia compartilhada estar em alta desde 2010, o fato é que existem empresas, como a IBM, por exemplo, que já aproveitavam dos benefícios dos espaços compartilhados desde a década de 1970.

Maior socialização, maiores resultados

Apesar de ser um ponto muito importante, muito se engana quem acredita que os benefícios de se trabalhar em um coworking vêm apenas dos gastos reduzidos com esses espaços.

Ao colocar pessoas para trabalhar em um ambiente compartilhado, com gente de diferentes empresas e áreas, várias marcas têm percebido também um aumento na qualidade do trabalho de seus profissionais graças à socialização e ao fomento da criatividade proporcionados por espaços de coworking.

Por isso, não é à toa que pequenas, médias e até grandes empresas têm cada vez mais optado por aproveitar as vantagens desses ambientes de trabalho flexível.

3 casos de empresas beneficiadas pelo coworking

Quer ver como alguns negócios têm tirado proveito dos espaços de coworking no Brasil e ao redor do mundo?

Então, confira os 3 casos que separamos para inspirar o seu negócio!

Faria, Cendão & Maia Advogados

Quando Heitor Maia e seus sócios fundaram a Faria, Cendão & Maia Advogados, era importante economizar nos gastos com aluguel e equipamentos.

Foi aí que eles descobriram as vantagens do coworking em escritórios de advocacia e optaram por trabalhar durante um ano em um espaço no Rio de Janeiro. 

No fim das contas, o valor investido inicialmente saiu por um terço do que o que eles pagam hoje por um escritório próprio.

Amazon

Apesar de a Amazon ser uma empresa gigantesca e, pelo menos virtualmente, estar presente em boa parte do mundo, o fato é que ela não tem um escritório em todas as cidades do planeta.

E aí, quando os seus funcionários estão trabalhando remotamente e precisam realizar reuniões, a melhor pedida é fazê-las em algum bom espaço de coworking, o que acaba reduzindo o gasto com aluguéis de salas.

The Guardian

Até mesmo o centenário jornal britânico tem apostado cada vez mais nos benefícios do coworking.

E não é por menos: lá, os jornalistas conseguem sair do ambiente das redações para ter um maior foco em suas matérias — e, não raramente, os responsáveis pelos cadernos de tecnologia encontram exatamente nesses lugares as fontes para os seus textos.

Assim, o coworking agiliza o processo de criação das matérias e reduz o tempo de trabalho dos cadernos especiais.

Seja pelo compartilhamento de ambientes e despesas, seja pela melhora na qualidade do trabalho dos profissionais de uma empresa, o fato é que os espaços de coworking são ótimas soluções para quem quer reduzir os custos de um negócio.

Por isso, não perca mais tempo: escolha um coworking que tem a cara da sua empresa e faça um teste!


Compartilhe :

Fale com um consultor