Vale a pena optar por um escritório flexível? Conheça seus benefícios

Com o avanço da tecnologia e a modernização dos meios de comunicação, o modelo tradicional de trabalho também sofreu modificações. Hoje, o que está em alta é o escritório flexível.

Se você tem um escritório tradicional, já deve ter tido a mesma dúvida de muita gente: será que vale a pena migrar para um escritório flexível dentro de um coworking?

Quais são as vantagens? Dá para economizar? O que é melhor para a equipe como um todo?

O coworking é um modelo de trabalho que vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil e no mundo.

Ele é baseado no compartilhamento de um espaço em comum com profissionais de diversas áreas.

Assim, o ambiente promove a troca de experiência, informação e networking, fazendo do escritório flexível um ambiente que propicia experiências muito ricas para quem o frequenta.

Trabalhar em um escritório flexível dentro de um coworking traz inúmeros benefícios, tais como:

  • Internet rápida;
  • Escritórios com ótima infraestrutura;
  • Serviços extras como secretária eletrônica, endereço de correspondência, endereço fiscal;
  • Oferece salas de treinamento e de reunião;
  • Salas privativas para reuniões com clientes ou sócios de uma empresa;
  • Planos acessíveis e redução de custo quando comparado ao escritório tradicional;
  • Localização privilegiada.

Enfim, são vários os benefícios de se trabalhar em um escritório flexível. Se você quer saber mais sobre as vantagens de se trabalhar nesse ambiente e se você deveria optar por um escritório flexível ao invés do tradicional, continue lendo o nosso post abaixo!

Escritórios tradicionais: ainda vale a pena investir em um?

Embora frequentados assíduos de coworking defendam que não faz mais sentido trabalhar em escritórios tradicionais, precisamos analisar isso mais a fundo.

Primeiro, é preciso levar em conta que muitas empresas que ainda aquecem a nossa economia se baseiam no modelo tradicional de trabalho.

E não podemos simplesmente descartar a experiência que um funcionário tem ao trabalhar com esse modelo.

Claro que a experiência de um coworking é sempre bem-vinda para qualquer profissional.

Até porque, a energia do ambiente é muito leve e estimula qualquer pessoa a trabalhar, além de desenvolver mais a própria capacidade de criação. Sim, um coworking pode ajudar uma pessoa a se tornar mais criativa!

Mesmo sem perceber, o escritório tradicional e o home office vão criando alguns padrões e vícios ao longo do tempo.

Por exemplo, o da distração. O profissional, quando já não se sente tão motivado para trabalhar, começa a se distrair com tudo o que está ao seu redor.

Se distrair com a televisão ou com o celular em casa é muito mais fácil do que em um ambiente como o coworking, onde o profissional realmente sente vontade de produzir mais.

Inovação e confiança no ambiente de trabalho

Em um escritório flexível, a inovação acaba sendo uma consequência do ambiente de trabalho, que quase sempre é mais relaxante e estimulante.

Como há uma intensa troca de informações e experiências em um coworking, há um leque gigante de possibilidades de criação de novos conceitos, resolução de problemas e até mesmo para formar novas parcerias.

Quando uma pessoa está cercada de pessoas que têm o mesmo objetivo que ela, é natural que passe a produzir cada vez mais.

Unindo pessoas com o mesmo objetivo, ambiente relaxante, sinergia e troca de informações, a criatividade passa a fluir como nunca.

Alguns estudos já mostraram que mais de 90% das pessoas que frequentam um coworking passam a desempenhar um trabalho com muito mais eficiência.

E não podemos deixar de lado também a questão da saúde física. Você sabia que trabalhar em um coworking pode melhorar a saúde de uma pessoa?

Saúde em um escritório flexível

Nos últimos anos, o modelo de trabalho em escritórios vem mudando radicalmente.

Com isso, mudou também a percepção que funcionários, gestores e colaboradores têm sobre a saúde do indivíduo.

Hoje, a preocupação com a saúde mental no ambiente de trabalho é muito maior do que era alguns anos atrás.

O ritmo mais leve e a flexibilidade de um escritório flexível permitem que o ambiente se torne muito mais saudável para todos os colaboradores envolvidos.

Isso sem contar que a grande maioria das pessoas que trabalha em um coworking diz conseguir descansar mais em casa.

E, dessa forma, as relações em casa também se tornam mais harmoniosas a partir do momento em que um indivíduo consegue conciliar melhor trabalho e vida pessoal e separar as duas coisas.

Cada vez mais pessoas se tornam adeptas ao modelo de coworking, e em cada vez mais cidades é possível encontrar um.

Afinal, coworking é sinônimo de flexibilidade, inovação, interação e criatividade. Como não trabalhar em um ambiente assim?

Em um escritório flexível, a pessoa se sente mais confiante

Um ponto muito importante também é a questão da autoconfiança. Mais de 90% das pessoas que optam por um escritório flexível relatam aumentar a própria confiança no ambiente de trabalho.

Mais uma vez, isso se deve graças à rede de comunicação e influência gerada dentro de um coworking.

A Desk Coworking, por exemplo, é um espaço que oferece ambientes compartilhados para que profissionais de diversas áreas possam trabalhar juntos e trocar experiências.

Além disso, também oferece salas privativas para reuniões, treinamentos, e outros espaços compartilhados para que todos os colaboradores possam conversar entre si.

A ideia de compartilhar o espaço com diferentes pessoas é muito interessante. Um web designer pode estar a poucos metros de um advogado, que por sua vez pode estar ao lado de uma equipe organizadora de viagens.

A Desk Coworking também oferece salas de reuniões, onde uma equipe pode trabalhar em sigilo ou até mesmo fazer vídeo conferências com outras empresas sem precisar sair de onde está. De certo modo, um coworking também representa mobilidade na vida de qualquer profissional!

Agora que você já sabe como é trabalhar em um escritório flexível, o que acha de experimentar um coworking?

Venha conhecer a Desk Coworking. Estamos esperando por você!

Compartilhe :

Fale com um consultor