Como sobreviver ao primeiro ano de empreendedorismo?

Como sobreviver ao primeiro ano de empreendedorismo? Nossa, como essa pergunta castiga nós, empreendedores, não é verdade?

Empreender é o sonho de muita gente. Afinal de contas, é muito bom poder trabalhar com o que gostamos e ter autonomia pra ser nosso próprio chefe.

No primeiro ano, entretanto, é preciso ter calma para não dar um passo maior que as próprias pernas.

Segundo dados de 2014 do IBGE, seis em cada 10 empresas fecham as portas no primeiro ano.

Para não integrar essa estatística, é preciso se consolidar logo no início.

Por isso, hoje vamos compartilhar algumas dicas para você sobreviver ao primeiro ano de empreendedorismo

Tenha certeza do que está fazendo

Muita gente desiste do próprio negócio ainda no primeiro ano por não ter muito bem certeza do que está fazendo.

Além de um plano de negócio estruturado, é preciso ter confiança!

O discurso “eu estou tentando empreender” tem que sair de cena para dar lugar à uma afirmação mais segura e confiante, de quem sabe para onde ir e o que quer conquistar.

Lembre-se: as pessoas só vão acreditar no seu negócio se você também tiver confiança nele.

Foco!

Você vai lidar com muitas preocupações e incertezas no primeiro ano.

Mas não deixe que isso tome conta e te impeça de agir.

É preciso oferecer um serviço de qualidade, cumprir os prazos e gerenciar bem sua equipe (caso tenha uma).

Nem todo mundo trabalha do mesmo jeito. Por isso, encontre o seu jeito de ser produtivo.

7 ferramentas online que vão te ajudar a ser mais organizado e produtivo.

Controle suas tarefas e prazos com aplicativos ou post-its pregados na parede.

O que não vale é a desorganização e indisciplina.

Controle suas finanças

Se uma empresa teve que fechar, isso aconteceu provavelmente porque as contas não iam bem.

Se você não tem expertise para fazer o controle financeiro, tenha um contador para ajudá-lo nessa!

Ele será responsável de cuidar das finanças de forma minuciosa e tomar decisões, como abrir uma conta bancária extra e adquirir um cartão corporativo, por exemplo.

Não se desespere se mesmo com organização, você contraia dívidas.

É perfeitamente normal acontecer. Concentre-se para gerenciá-las.

O marketing é importante no empreendedorismo.

O marketing é parte de qualquer empresa de sucesso!

Desde o início, durante a construção do seu plano de negócios, é essencial entender seu público e a jornada do cliente para traçar estratégias capaz de sensibilizá-lo.

Crie uma identidade visual atrativa para a sua empresa.

É com ela que as pessoas terão a primeira impressão sobre o seu negócio, especialmente no primeiro ano de empreendedorismo.

Aposte na comunicação digital. Crie uma estratégia para gerir seu site e redes sociais.

Não basta promover posts. É preciso ter um planejamento bem definido para se aproximar e, sobretudo, cativar seu público de forma assertiva.

Tenha um planejamento

Não pense em curto prazo! Para continuar crescendo, você precisa de metas. E, claro, trabalhar duro para alcançá-las.

Um dos maiores erros no primeiro ano de empreendedorismo é a falta de planejamento.

Planeje seu dia, sua semana, seu mês e seu ano.

Esqueça a gratificação instantânea e comece a sonhar com as vitórias somente quando passar dessa fase.

Analise os indicadores

Além de metas claras, é preciso saber medi-las.

O seu objetivo não pode se resumir a aumentar o número de clientes. Você deve estipular o número de clientes que deseja ter até o fim do ano, por exemplo.

A partir daí, concentre-se em traçar as estratégias para alcançar esse objetivo.

Vale lembrar que é preciso foco na hora de definir as metas. Não dá para querer conquistar o mundo de uma vez só.

Delimite as metas, os prazos e indicadores.

Para você ter noção de onde quer chegar, tenha como guia os 8 KPIs (Key Performance Indicators, ou Indicadores-chave de Performance) para startups:

  • Receita Recorrente
  • Custo de Aquisição ao Cliente (CAC)
  • Tempo de Retorno do CAC
  • Ticket Médio
  • Lifetime Value
  • Usuários Ativos Mensais ou Usuários Ativos por Dia
  • Churn
  • NPS (Net Promoter Score)

Aproveite o networking

Conte muito com o networking, sobretudo agora no começo.

Ele é a possibilidade de conhecer novas pessoas para dividir projetos e oferecer bons conselhos.

Participe de todos os eventos que puder na sua área de atuação e procure sempre se apresentar para as pessoas.

Uma boa estratégia é apostar nos coworkings. Você trabalha no formato de teletrabalho e usa o home office?

Que tal experimentar trabalhar em um escritório compartilhado?

O ambiente aumenta a rede de contatos, além de favorecer – e muito – o pensamento criativo.

Você certamente conhecerá pessoas incríveis que poderão ser parceiros, clientes ou até mesmo seus amigos


Adote ações sustentáveis

Reciclar, reduzir o consumo dos papéis, desligar o que não está sendo usado são ações simples de sustentabilidade para você implementar no seu negócio.

Ao economizar esses recursos, você vai diminuir os custos de operação e ainda agregar um valor positivo à sua marca.

E você, já passou do primeiro ano de empreendedorismo?

Compartilhe conosco suas experiências e dicas para essa fase inicial.

Compartilhe :

Fale com um consultor