Você tomou a decisão de abrir uma empresa e finalmente vai realizar o sonho de ter um negócio para chamar de seu e tocá-lo por conta própria. Sendo assim, segue um passo a passo para abrir uma empresa no brasil. Conte com a gente nessa empreitada e boa leitura.

Passado o momento da decisão, euforia, plano de negócios, análise de público e mercado é hora de começar a parte burocrática: a abertura da empresa. Por onde começar? Quem devo procurar? Quais os documentos necessários? Quanto tempo vou levar? Quanto vou gastar?

Escolhendo o tipo de empresa

A primeira etapa é escolher a natureza jurídica de sua empresa, levando em conta a estrutura societária, funcionários, atividade e objetivos no mercado.

Você pode optar ser um Micro Empresário Individual (MEI), Empresário Individual (EI), Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) ou Sociedade Empresarial Limitada (LTDA).

EI e EIRELI são formadas por um único sócio, sendo que no EI o sócio responde com seus bens pela dívida da empresa, e na EIRELI a responsabilidade é limitada pelo valor do capital social, que deve ser superior a 100 vezes o salário mínimo.

Se houverem sócios, a empresa será LTDA, e todos eles terão responsabilidade limitada ao capital social, que pode ser superior a R$1 mil.

O MEI é indicado para autônomos, cujo faturamento anual não ultrapassa R$60 mil. A empresa comporta apenas um funcionário e suas áreas de atuação são limitadas.

O tipo de empresa não tem nada a ver com a tributação

Dependendo de suas atividades e faturamento, a empresa pode ser enquadrada no Simples Nacional, que unifica os tributos estaduais, federais e municipais com isenção de impostos.

Escolha um nome

Antes de dar entrada nos papéis, é fundamental escolher o nome de sua empresa, hein?

Organize os documentos

Disponibilize cópias do RG, CPF, comprovante de endereço residencial e certidão de casamento.

É preciso ainda confirmar o endereço completo, incluindo CEP, e Inscrição Imobiliária ou Indicação Fiscal do imóvel (localizado no carnê IPTU) do local onde será instalada a sua empresa.

Procure um profissional para fazer o contrato social

O contador vai ajudar a definir a constituição da empresa e como ela será tributada.

Além disso, esse profissional vai ser fundamental para ajudá-lo a economizar e manter sua empresa sempre legalizada.

Contrato Social

Com o contrato social assinado e todos os documentos prontos, você está apto para fazer o protocolo na Junta Comercial do Estado em que será estabelecida a empresa.

Após o registro, sua empresa está aberta!

Mas não é só isso…

É hora de providenciar os cadastros junto à Prefeitura (ISS), Estado (ICMS), INSS e FGTS.

Você também terá que verificar se a atividade que vai exercer precisa de registro específico, e ainda obter alvará de funcionamento.

Tempo e dinheiro

O processo de abertura do negócio leva 40 dias. Em Belo Horizonte, esse prazo é de apenas 9 dias.

Os custos variam de acordo com a cidade, mas as taxas giram em torno de R$200 e R$2000.

Prepare-se para as despesas fixas

O pagamento obrigatório mensal de um contador é uma delas, com exceção dos MEIs, que devem pagar apenas uma taxa mensal fixa correspondente a impostos e tributações.

Fora isso, ainda tem os impostos, tributos e as despesas com infraestrutura, caso você tenha um espaço físico.

Quem está começando e ainda não conta com um capital fixo capaz de garantir o pagamento de todas essas despesas, pode procurar outras alternativas, como o Coworking.

Fique atento

Mesmo que seja um empreendedor individual e trabalhe em casa ou em um escritório compartilhado, é importante não misturar as despesas pessoais com as da empresa.

É muito fácil acreditar que está tendo um bom lucro, quando na verdade está no vermelho.

Se você vai começar a sua empresa em um Coworkig, o DESK te ajuda ajuda nessa.

Além de oferecer serviços para a constituição do seu negócios, ainda contamos com um endereço fiscal, afinal de contas, toda empresa precisa de um endereço para ser registrada.

Esse foi mais um post da série Grandes Ideias para Negócios Lucrativos para ajudar você, pequeno empresário, membro de startups, profissional liberal, a gerir e inovar em seu próprio negócio.

Compartilhe :

Fale com um consultor