Coworkings atraem novos perfis de profissionais

Coworkings atraem novos perfis de profissionais? O que você imagina? Acompanhe!

Os coworkings cresceram, e nos últimos anos têm ganhado, cada vez, mais adeptos.

Engana-se, entretanto, quem pensa que o perfil dos profissionais que usam esses espaços para trabalhar continua o mesmo.

Geralmente associados a freelancers das áreas de tecnologia, marketing, comunicação e criação, os escritórios compartilhados estão atraindo novos tipos de público.

Com a crise econômica e a Lei de Terceirização, profissionais de áreas mais tradicionais, como Engenharia, Direito e Contabilidade, estão migrando para os coworkings.

Perfis de Profissionais nos Coworkings

Os advogados, por exemplo, correspondem a 38% dos profissionais que utilizam os espaços compartilhados no Brasil.

Já os profissionais dos ramos de vendas representam 24% do total dos coworkers no País, de acordo com o Censo que é realizado ano a ano.

Um dos principais motivos para essa mudança é a possibilidade de reduzir gastos.

O coworker paga apenas pela quantidade de horas que vai utilizar o escritório compartilhado.

Gastos de infraestrutura, como luz, água, telefone e internet já estão incluídos.

Serviços dos Espaços de Coworking

Caso seja necessário, o profissional pode contratar ainda serviços adicionais como salas privativas ou de salas de reunião.

Para o gestor de projetos do Sebrae, Fabrício Barreto, os coworkings são ótimas opções tanto para profissionais liberais, quanto para empresas que têm espaço próprio, mas precisam cortar custos.

Um exemplo de destaque é a Conecta, escola de idiomas da Bahia, que tinha várias salas comerciais próprias, mas que geravam custos extremamente elevados.

Como o negócio deles é baseado na venda de pacotes de horas, oferecendo aulas em horários e locais flexíveis, os escritórios acabavam sendo poucos utilizados.

A solução foi estabelecer uma parceria com uma rede de co working de Aracaju. Eles a levaram para Salvador e passaram, assim, a utilizar suas salas. O resultado: redução de 60% dos custos.

Benefícios do Coworking

Outro benefício foi o networking.

Ao migrar para o coworking, a Conecta acabou estabelecendo novas parcerias de trabalho, e hoje as finanças e o marketing são feitas por outras empresas em troca de aulas.

Além disso, a rede de contatos e relacionamento acaba oferecendo vantagens para os clientes, como pacotes de viagem de intercâmbio com preços mais amigáveis.

“Muitos alunos fazem intercâmbio, e hoje temos convênio com duas agências de seguros de viagem”, conta Jaime Cordova, um dos sócios da Conecta.

Estar em um coworking e trabalhar com pessoas de diversas áreas de atuação é extremamente estimulante.

A tendência é compartilhar experiências, aprender mais sobre determinado tipo de trabalho e, ainda poder construir projetos colaborativos diferenciados.

Foi pensando nesse potencial, que nós, aqui do DESK Coworking, criamos a COMUNIDADE DESK Coworking.

Um espaço de indicação e geração de negócios entre nossos membros e nossos membros e você.

A Comunidade do DESK Coworking

O nosso escritório compartilhado em bh conta com profissionais talentosos de diversas áreas: consultores financeiros, em gestão empresarial, mentores, empresários bem sucedidos, desenvolvedores, DBAs e designers.

Também tem muita gente boa de marketing digital e que entende tudo de Google Adwords, Analytics, Social Media, Automação de Marketing e Comunicação.

Todos eles trabalharam muito até se destacarem em suas áreas, alguns até chegaram a fracassar pelo caminho.

Todo mundo, entretanto, aprendeu muito e pode ajudá-lo em seu negócio compartilhando conhecimento e experiências.

Você traz suas dúvidas e questionamentos que iremos ajudá-lo, indicando alguns desses profissionais para colaborar nessa tarefa.

Adoramos falar de negócio, dar soluções para os problemas e temos muita gente bacana para ajudar nisso. Curtiu?

Então, descubra todas as vantagens de entrar nessa conosco.


Compartilhe :

Fale com um consultor