5 vantagens de ter um endereço comercial e fiscal para o seu e-commerce

Ter um endereço comercial e fiscal no coworking pode trazer uma série de vantagens aos empreendedores digitais.

De fato, essa é uma maneira de passar uma imagem mais profissional do negócio sem ter que arcar com os custos de aluguéis de salas.

Além do que, um endereço comercial permite receber clientes e correspondências, além de facilitar entregas de mercadorias.

Já o endereço fiscal pode ser usado pelo empreendedor para conseguir um número de CNPJ e regularizar sua atividade.

Com o intuito de falar mais sobre esse assunto, indicamos as principais vantagens do investimento em um endereço comercial e fiscal.

Explicamos, também, como você pode adotar um coworking para essa finalidade. Confira!

O que é e quais as vantagens de um endereço comercial e de um endereço fiscal?

Endereço comercial x endereço fiscal: há diferenças? Sim, há. Por isso, antes de indicar as vantagens em se ter esses endereços, apresentamos uma breve definição de cada um deles.

Em linhas gerais, podemos definir o endereço comercial como os dados referentes ao local físico onde uma empresa funciona ou um profissional atua.

E o que é o endereço fiscal? Este é uma obrigação do empreendedor, sendo o pré-requisito para que ele possa registrar sua empresa e conseguir seu número de CNPJ.

Em outras palavras, é o endereço que utilizado para fins de controle dos órgãos de tributação e controle estatais.

Mas, afinal, para que serve cada um desses endereços? Eles podem, realmente, beneficiar um e-commerce? Respondemos a essas perguntas nos tópicos seguintes. Acompanhe!

#1: separação entre vida pessoal e profissional

Essa vantagem diz respeito, principalmente, ao endereço comercial. De fato, ter um local exclusivo para o trabalho é uma forma de separar a esfera pessoal da profissional.

Sabemos o quanto pode ser difícil para o empreendedor digital manter a disciplina e o foco nas atividades que realiza ao trabalhar em casa.

Ao contrário, ao optar por um endereço diferente para o trabalho, o profissional evita misturar problemas domésticos às demandas do negócio, o que permite mais produtividade e organização.

#2: mais credibilidade e segurança para os clientes

Muitos consumidores hesitam em fazer compras online em sites que não oferecem nenhum tipo de endereço.

As ofertas anunciadas em sites sem essa informação podem gerar suspeitas da parte dos usuários, haja vista a grande quantidade de golpes aplicados em transações digitais.

Tudo se passa de maneira diferente quando o site informa endereços aos quais o cliente pode se reportar em casos de problemas, como a devolução de produtos defeituosos.

Ademais, ter um endereço anunciado, seja ele comercial ou fiscal, transmite mais profissionalismo e seriedade.

Aos olhos dos clientes, essa informação transmite a ideia de que a empresa é bem estabelecida e não teme o contato com os clientes.

#3: contribuem para a divulgação do negócio

Tanto os endereços fiscais quanto os comerciais podem ser usados para fins de divulgação do negócio.

Por exemplo, essas informações podem constar em materiais promocionais e em cartões de visitas.

Conforme já mencionamos, esses endereços também podem ser colocados à disposição dos clientes nos sites do e-commerce.

#4: regularização do negócio

Essa vantagem remete, principalmente, ao endereço fiscal. De fato, é por meio desse endereço que é possível mostrar para os órgãos públicos que uma empresa realmente existe.

Além de que, sem esse endereço, o empreendedor não pode conseguir um número de CNPJ.

Atualmente, obter um endereço fiscal é muito fácil, pois esse serviço é oferecido pelos escritórios compartilhados, também conhecidos como coworking.

Mas é mesmo necessário ter um endereço fiscal para abrir um e-commerce? Sim, é. essa obrigatoriedade está prevista na Lei do e-Commerce. Veja mais sobre essa lei no tópico a seguir!


A Lei do e-Commerce

O Decreto 7.962 de 2013 estabelece uma série de regras que devem ser obedecidas pelas empresas de e-commerce.

Entre os aspectos dessa atividade que a Lei do e-Commerce abrange, destacamos os principais abaixo.

Aspectos gerais

O e-commerce deve apresentar informações claras acerca de produtos, fornecedores e serviços.

Além disso, os sites devem respeitar o direito do consumidor ao arrependimento e oferecer canais de atendimento facilitado aos clientes.

Informações visíveis

É de obrigação dos empreendedores manter as informações sobre o negócio bem visíveis nos sites de vendas. Entre esses dados, podemos destacar os seguintes:

  • Nome empresarial;
  • Número de inscrição do fornecedor;
  • Modalidades de pagamento;
  • Despesas adicionais.

Obrigatoriedade do endereço

A lei estabelece que os sites de e-commerce devem informar com clareza o endereço físico e eletrônico do empreendimento, assim como outros dados necessários à localização da empresa.

Ou seja, ter um endereço é muito mais do que um capricho, é uma obrigação dos empreendedores que mantêm lojas online. Um endereço virtual para abertura de empresas é essencial.

#5: redução de impostos

“Alguns estados oferecem benefícios fiscais para empresas de e-commerce com o intuito de conseguir arrecadação também desse setor e facilitar a regularização desses empreendimentos.”

Uma das medidas implementadas é a redução do ICMS, que pode chegar até metade do valor integral do tributo, como ocorre em Santa Catarina.

No entanto, para usufrui desse benefício, é necessário que e-commerce tenha um endereço fiscal, haja vista que a empresa precisa provar que exerce sua atividade no estado em que vigora a redução tributária.

Mais economia com o uso de coworkings

A vantagem de se ter um e-commerce é que não há necessidade de alugar lojas físicas para vender os produtos e nem para se regularizar.

Isso porque o empreendedor pode usar o endereço de um coworking para fazer o seu CNPJ e informar um local de atividade no site do seu negócio.

É bom que se diga que esta é uma opção bem mais barata do que o aluguel de salas, sendo bastante acessível também para empreendimentos recém-inaugurados.

Além do mais, o coworking permite o recebimento de correspondências, o encontro com clientes e parceiros e oferece uma estação de trabalho com tudo que o empreendedor precisa para realizar suas atividades.

Endereço comercial e fiscal: mais visibilidade e profissionalismo para seu site de vendas

Como você pôde perceber com a leitura desse artigo, são muitas as vantagens que um e-commerce pode ter com esses endereços.

De fato, com esse recurso, é possível passar uma imagem mais profissional do negócio.

Um endereço comercial pode propiciar mais segurança aos clientes que desejam comprar em um site.

No que diz respeito ao endereço fiscal, este é uma necessidade das empresas que desejam se regularizar e ter um CNPJ.

E você, já tem um endereço comercial e fiscal para sua loja online? O que acha de utilizar um coworking como endereço para seu e-commerce?

Compartilhe :

Fale com um consultor