Quais os tipos de empresas ideais para um coworking?

Os coworkings se tornaram uma tendência (e com a pandemia o cenário se fortaleceu) por serem espaços compartilhados econômicos e práticos para trabalhar. Mas será que todos os tipos de empresas se encaixam nesse modelo?

O último Censo realizado em 2019 apontou um total de praticamente 1500 coworkings mapeados no Brasil. 

Esses espaços estão preparados para receber profissionais e autônomos com uma estrutura 100% pronta. São ideais para quem quer enxugar os custos de uma empresa, trabalhar com profissionalismo e de maneira mais flexível.

Mas antes de falarmos sobre os tipos de empresas ideais para um coworking, vamos relembrar alguns dos principais benefícios dos escritórios compartilhados?

Benefícios do Coworking

Optar por um coworking significa, na prática, reduzir custos, trabalhar com mais conforto e profissionalismo, ter flexibilidade e aumentar a rede de contatos.

A solução do coworking não é ideal apenas para profissionais autônomos ou empreendedores que estão no início da carreira, mas também para pequenas empresas que buscam uma maneira eficiente de reduzir os custos sem perder a produtividade da equipe.

Dizemos isso porque sabemos como é iniciar um negócio do zero. É caro investir em um aluguel a longo prazo, em mobília, contas, impostos dentre tantas outras despesas.

E agora que estamos vivendo uma pandemia e momentos de incerteza, fica ainda mais difícil pensar em investir no próprio negócio.

A estrutura de um coworking é preparada justamente para quem quer utilizar salas e estações de trabalho preparadas, com iluminação, internet rápida, mobília e conforto, sem se preocupar com o alto custo que seria investir no próprio escritório tradicional.

Tipos de empresas ideais para um coworking

tipos de empresas

A ideia de um coworking é proporcionar um ambiente flexível e saudável de trabalho, além de estimular a troca de experiências entre diferentes pessoas e empresas.

Por isso, esse modelo de trabalho acaba sendo muito útil para várias empresas. Porém, será que todos os tipos de empresas se adaptariam bem? 

Na verdade, não. Para que uma empresa possa se beneficiar da estrutura de um coworking, é muito importante que ela seja flexível o suficiente para se adaptar a este novo formato de trabalho.

O coworking foi projetado pensando no compartilhamento de ideias, experiências e projetos. Mas isso pode ser prejudicial para pessoas que precisam de silêncio ou sigilo em seus próprios projetos.

Mas para isso, existem salas de reunião e salas privativas dentro do coworking. Elas ajudam a garantir maior privacidade para as equipes.

Embora algumas médias empresas atuem em coworkings, o mais comum é encontrar freelancers, profissionais autônomos, e as micro e pequenas empresas.

Vamos conferir quais os tipos de empresas que mais atuam em um coworking?

1- Consultores

É muito comum encontrar consultores atuando em um coworking, como gestores de pessoas, empresas, coachings e vários outros segmentos. A estrutura é ideal para estes profissionais, já que podem utilizar salas compartilhadas, privativas, salas de reunião e de treinamento.

2- Tipos de empresas de marketing

tipos de empresas

Empresas que atuam na área de marketing também são frequentes em coworkings. Isso porque elas encontram nos espaços compartilhados a possibilidade de reduzir os custos sem prejudicar a produtividade da equipe.

Além disso, a estrutura de um coworking oferece tudo o que é necessário para esse tipo de empresa. É possível realizar reuniões com fornecedores e clientes, pesquisas, trabalhar online, etc.

3- Fotógrafos

Os fotógrafos autônomos e as pequenas empresas também podem se beneficiar com os escritórios compartilhados. Apesar de não haver uma estrutura de estúdio em um coworking, é possível fazer reuniões com o cliente, tratar as imagens utilizando softwares nos computadores, criar contratos de trabalho, diagramar álbuns, etc.

4- Tipos de empresas como Startups

tipos de empresas

Sem sombra de dúvida, um dos melhores ambientes de trabalho para uma startup são os coworkings.

Primeiro, porque os valores de um coworking são muito mais interessantes do que o aluguel de um escritório tradicional. E como se trata de uma startup, pressupõe-se que a empresa em fase embrionária ainda não possa arcar com custos mais elevados.

Segundo, porque o coworking é preparado para receber equipes grandes. Por isso, se mais pessoas forem incorporadas à startup, ela não vai precisar abrir mão de espaço e alugar outro maior, já que existe esse preparo nos coworkings.

E terceiro, mas não menos importante, um coworking é um espaço dedicado à troca de ideias e experiências. E para uma startup, essa troca é extremamente rica, porque é justamente na fase embrionária que novas ideias, parceiras e insights são muito bem vindos para enriquecer o projeto e expandir as possibilidades de atuação da nova empresa.

Aposto que você não sabia, mas o Uber, Spotify, Hootsuite e o Instagram foram criados em um coworking!

5- Advogados

Por mais que ainda exista aquela questão da necessidade de um advogado trabalhar em um escritório tradicional, a realidade já está mudando. Hoje, já podemos encontrar vários advogados atuando em um coworking.

Isso porque esse tipo de profissional pode utilizar as salas privativas para tratar de assuntos confidenciais com os clientes.

Além disso, os escritórios digitais também são uma ótima alternativa para reduzir os custos para advogados. Afinal, não é barato alugar escritórios em contratos de 5 a 10 anos!

Vale a pena levar a minha empresa para um coworking?

tipos de empresas

Embora pareça em um primeiro momento que um coworking é o modelo ideal para todos os tipos de empresas, você deve levar em consideração alguns aspectos antes de fazer a migração:

  • O coworking comporta o número de funcionários que você tem?
  • Um coworking oferece as facilities das quais você precisa para trabalhar?
  • E por fim, a sua empresa conseguiria se adaptar à flexibilidade que um coworking oferece?

Se as respostas forem sim, pode ter certeza de que o coworking é a melhor opção para o seu negócio!

A praticidade de contratação é um dos principais benefícios que os escritórios compartilhados oferecem. Em poucos minutos, o seu escritório já está pronto, sem nenhum tipo de burocracia. É chegar, sentar e trabalhar.

O que você acha da ideia de levar o seu negócio a um coworking? Se você se interessou, venha tomar um café e bater um papo conosco na Desk Coworking!

Compartilhe :

Fale com um consultor